O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse nesta terça-feira, 5, que a dívida pública este ano pode fechar na proporção de 90% do Produto Interno Bruto (PIB) por causa dos gastos que o governo está fazendo para combater os efeitos do coronavírus na economia. No entanto, disse o secretário, o que o preocupa não é o nível da dívida, mas a sua trajetória.

 

Marcelo Camargo/Agência Brasil

“O nível da dívida pode ser alto ou baixo, dependendo da trajetória que a sociedade escolher para ela. Se encerrarmos o ano com o Congresso aprovando o conjunto de reformas estruturantes, o Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico, a reforma tributária, etc, 90% do PIB em dívida não será grande”, ponderou Mansueto, durante participação em live organizada pela Arko Advice.