O Ministério da Economia autorizou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a contratar, por tempo determinado, até 6.500 profissionais para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do órgão.

Os contratos poderão ser formalizados a partir de janeiro de 2021, “mediante disponibilidade de dotações orçamentárias específicas”, e a remuneração dos profissionais será definida pelo IBGE.

 

As vagas são destinadas para funções de agente de pesquisas e mapeamento, supervisor de coleta e qualidade, agente de pesquisas por telefone e supervisor de pesquisas.

Conforme portaria divulgada no Diário Oficial da União (DOU), o recrutamento dos profissionais dependerá de prévia aprovação dos candidatos em processo seletivo simplificado.

O prazo para publicação do edital de abertura do concurso será de até seis meses, a partir da portaria desta sexta-feira.

A duração dos contratos deverá ser de até um ano, prazo que pode ser prorrogado, desde que devidamente justificado.