O cenário de incerteza no exterior, com a volatilidade inerente à aproximação das eleições nos Estados Unidos, e no Brasil, com o que é percebido como ameaça fiscal pela possibilidade de burlar o teto de gastos, fez o investidor buscar refúgio no dólar nesta segunda-feira, 10. Depois de passar a manhã em queda frente ao real, atingindo a mínima do dia nos R$ 5,3532, a divisa americana engatou uma trajetória de alta na etapa vespertina dos negócios para subir a R$ 5,4663 no fechamento, a maior desde 22/05/2020 (R$ 5,5797).

“Grande parte desta alta vista hoje vem com impulso de fora. Há um cenário incerto sobre o que pode ocorrer com a economia americana. Mas há questões domésticas também, como o fato de o Copom ter deixado a porta aberta para mais cortes, vamos ver a ata da reunião amanhã (terça-feira), e as preocupações fiscais”, avalia Bruno Musa, sócio da Acqua Investimentos, ressaltando que a possibilidade do teto de gastos ser burlada é algo que tem sido olhado com muita atenção pelo mercado. “Já sabemos que os fundamentos macroeconômicos foram dilacerados e a grande atenção é como reverter a trajetória da dívida”.

Segundo Musa, existe uma busca por dólar, com os clientes enviando recursos para investir no exterior e também elevando o porcentual de suas carteiras em moeda mais forte.


Durval Corrêa, assessor financeiro da Via Brasil Serviços Empresariais, complementa que, com o cenário de incertezas – com as eleições americanas e a disputa entre Estados Unidos e China, o dólar ainda é o refúgio tradicional para onde estão indo os investidores. “Há uma pressão compradora mais forte, mostrando tomada de posição de retaguarda ainda mais com a questão do déficit fiscal e as questões da reforma tributária, que têm trazido alguma instabilidade no Brasil”, diz.

A animosidade entre EUA e China seguiu aumentando nesta sessão. Autoridades americanas foram hoje ao Twitter para se manifestar contra a prisão de Jammy Lai, editor do jornal Apple Daily, de Hong Kong, com base na lei de segurança nacional imposta pela China à ex-colônia britânica. O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, escreveu: “A prisão de Jimmy Lai em Hong Kong é profundamente ofensiva e uma afronta às pessoas que amam a liberdade em todo o mundo”. Mais cedo, foi o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, que se pronunciou: “Estou profundamente preocupado com os relatos da prisão de Jimmy Lai pela draconiana Lei de Segurança Nacional de Hong Kong. Outra prova de que o Partido Comunista da China eviscerou as liberdades de Hong Kong e corroeu os direitos de seu povo”, publicou Pompeo em seu Twitter.

Números do mercado financeiro:

DÓLAR
compra/venda
Câmbio livre BC – R$ / R$ **
Câmbio livre BC – R$ 5,3927 / R$ 5,3933 **
Câmbio livre mercado – R$ 5,468 / R$ 5,470 *
Turismo – R$ 5,010 / R$ 5,570

(*) cotação média do mercado
(**) cotação do Banco Central

Variação do câmbio livre mercado
no dia: 1,070%

OURO BM&F
R$ 352,51

BOLSAS
Bovespa (Ibovespa)
Variação: 0,65%
Pontos: 103.444
Volume financeiro: R$ 24,889 bilhões
Maiores altas: Braskem PN (9,06%), Siderúrgica Nacional ON (7,72%), Embraer ON (5,47%)
Maiores baixas: Totvs ON (-7,02%), Cia Hering ON (-5,04%), Magazine Luiza ON (-4,12%)

S&P 500 (Nova York): 0,27%
Dow Jones (Nova York): 1,30%
Nasdaq (Nova York): -0,39%
CAC 40 (Paris): 0,41%
Dax 30 (Frankfurt): 0,10%
Financial 100 (Londres): 0,31%
Nikkei 225 (Tóquio): -0,39%
Hang Seng (Hong Kong): -0,63%
Shanghai Composite (Xangai): 0,75%
CSI 300 (Xangai e Shenzhen): 0,36%
Merval (Buenos Aires): -0,28%
IPC (México): 0,77%

ÍNDICES DE INFLAÇÃO
IPCA/IBGE
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,19%
Agosto 2019: 0,11%
Setembro 2019: -0,04%
Outubro 2019: 0,10%
Novembro 2019: 0,51%
Dezembro 2019: 1,15%
Janeiro 2020: 0,21%
Fevereiro 2020: 0,25%
Marco 2020: 0,07%
Abril 2020: -0,31%
Maio 2020: -0,38%
Junho 2020: 0,26%

INPC/IBGE
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,10%
Agosto 2019: 0,12%
Setembro 2019: -0,05%
Outubro 2019: 0,04%
Novembro 2019: 0,54%
Dezembro 2019: 1,22%
Janeiro 2020: 0,19%
Fevereiro 2020: 0,17%
Março 2020: 0,18%
Abril 2020: -0,23%
Maio 2020: -0,25%
Junho 2020: 0,30%

IPC/Fipe
Junho 2019: 0,15%
Julho 2019: 0,14%
Agosto 2019: 0,33%
Setembro 2019: 0,00%
Outubro 2019: 0,16%
Novembro 2019: 0,68%
Dezembro 2019: 0,94%
Janeiro 2020: 0,29%
Fevereiro 2020: 0,11%
Março 2020: 0,10%
Abril 2020: -0,30%
Maio 2020: -0,24%
Junho 2020: 0,39%

IGP-M/FGV
Julho 2019: 0,40%
Agosto 2019: -0,67%
Setembro 2019: -0,01%
Outubro 2019: 0,68%
Novembro 2019: 0,30%
Dezembro 2019: 2,09%
Janeiro 2020: 0,48%
Fevereiro 2020: -0,04%
Março 2020: 1,24%
Abril 2020: 0,80%
Maio 2020: 0,28%
Junho 2020: 1,56%
Julho 2020: 2,23%

IGP-DI/FGV
Junho 2019: 0,63%
Julho 2019: -0,01%
Agosto 2019: -0,51%
Setembro 2019: 0,50%
Outubro 2019: 0,55%
Novembro 2019: 0,85%
Dezembro 2019: 1,74%
Janeiro 2020: 0,09%
Fevereiro 2020: 0,01%
Março 2020: 1,64%
Abril 2020: 0,05%
Maio 2020: 1,07%
Junho 2020: 1,60%

SALÁRIO MÍNIMO
Janeiro 2020: R$ 1.039,00
Fevereiro 2020: R$ 1.045,00