O dólar voltou a ganhar força ante as principais moedas globais nesta segunda-feira (30). No Brasil, a cotação comercial da divisa subiu 1,52%, a R$ 5,1810, maior valor desde o recorde de R$ 5,20 em 18 de março. O turismo está a R$ 5,2640 na venda.

A moeda americana é um ativo de proteção a investidores em momentos de incerteza quanto à economia.

No domingo (29), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prorrogou as diretrizes de permanência em casa até o final de abril, abandonando o plano de retomar as atividades após a Páscoa.

Por outro lado, novidades no combate à Covid-19 levaram as principais globais tiveram a um dia de alta.

Um teste de 5 minutos para o coronavírus desenvolvido pela Abbott foi aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration), agência que regulamenta os medicamentos nos EUA, e a Johnson & Johnson anunciou que iniciará o teste em humanos de uma vacina em setembro.

Em Nova York, as ações da Abbott subiram 6,4% e as da J&J, 8%. O salto no setor levou Dow Jones a subir 3,19%, S&P 500, 3,35% e Nasdaq, 3,62%.

No Brasil, o Ibovespa acompanhou e subiu 1,65%, a 74.639 pontos. Com destaque para a alta de 10,58% da Eletrobras, após balanço positivo.

O petróleo, por outro lado, voltou a registrar forte queda. O barril do Brent caiu 8,9%, a US$ 22,27, menor valor desde 2002. A desvalorização reflete a expectativa por uma menor demanda da matéria-prima devido a crise do coronavírus.

DÓLAR
compra/venda
Câmbio livre BC – R$ 5,1588 / R$ 5,1594 **
Câmbio livre mercado – R$ 5,1790 / R$ 5,1810 *
Turismo – R$ 4,4100 / R$ 5,2640

(*) cotação média do mercado
(**) cotação do Banco Central

Variação do câmbio livre mercado
no dia: 1,52%

OURO BM&F
R$ 269,000

BOLSAS
Bovespa (Ibovespa)
Variação: 1,65%
Pontos: 74.639
Volume financeiro: R$ 19,839 bilhões
Maiores altas: Eletrobras ON (10,58%), Equatorial ON (6,28%), Magazine Luiza ON (5,64%)
Maiores baixas: Localiza ON (-9,00%), Smiles ON (-5,93%), Cogna ON (-5,08%)

S&P 500 (Nova York): 3,35%
Dow Jones (Nova York): 3,19%
Nasdaq (Nova York): 3,62%
CAC 40 (Paris): 0,62%
Dax 30 (Frankfurt): 1,90%
Financial 100 (Londres): 0,97%
Nikkei 225 (Tóquio): -1,57%
Hang Seng (Hong Kong): -1,32%
Shanghai Composite (Xangai): -0,90%
CSI 300 (Xangai e Shenzhen): -0,97%
Merval (Buenos Aires): 1,35%
IPC (México): 1,18%

ÍNDICES DE INFLAÇÃO
IPCA/IBGE
Fevereiro 2019: 0,43%
Março 2019: 0,75%
Abril 2019: 0,57%
Maio 2019: 0,13%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,19%
Agosto 2019: 0,11%
Setembro 2019: -0,04%
Outubro 2019: 0,10%
Novembro 2019: 0,51%
Dezembro 2019: 1,15%
Janeiro 2020: 0,21%
Fevereiro 2020: 0,25%

INPC/IBGE
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 0,77%
Abril 2019: 0,60%
Maio 2019: 0,15%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,10%
Agosto 2019: 0,12%
Setembro 2019: -0,05%
Outubro 2019: 0,04%
Novembro 2019: 0,54%
Dezembro 2019: 1,22%
Janeiro 2020: 0,19%
Fevereiro 2020: 0,17%

IPC/Fipe
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 051%
Abril 2019: 0,29%
Maio 2019: -0,02%
Junho 2019: 0,15%
Julho 2019: 0,14%
Agosto 2019: 0,33%
Setembro 2019: 0,00%
Outubro 2019: 0,16%
Novembro 2019: 0,68%
Dezembro 2019: 0,94%
Janeiro 2020: 0,29%
Fevereiro 2020: 0,11%

IGP-M/FGV
Fevereiro 2019: 0,88%
Março 2019: 1,26%
Abril 2019: 0,92%
Maio 2019: 0,45%
Junho 2019: 0,80%
Julho 2019: 0,40%
Agosto 2019: -0,67%
Setembro 2019: -0,01%
Outubro 2019: 0,68%
Novembro 2019: 0,30%
Dezembro 2019: 2,09%
Janeiro 2020: 0,48%
Fevereiro 2020: -0,04%

IGP-DI/FGV
Fevereiro 2019: 1,25%
Março 2019: 1,07%
Abril 2019: 0,90%
Maio 2019: 0,40%
Junho 2019: 0,63%
Julho 2019: -0,01%
Agosto 2019: -0,51%
Setembro 2019: 0,50%
Outubro 2019: 0,55%
Novembro 2019: 0,85%
Dezembro 2019: 1,74%
Janeiro 2020: 0,09%
Fevereiro 2020: 0,01%

SALÁRIO MÍNIMO
Janeiro 2020: R$ 1.039,00
Fevereiro 2020: R$ 1.045,00