A guerra comercial travada entre Estados Unidos e China voltou a ser a principal explicação de investidores para o sobe e desce do mercado. Nesta quarta-feira (9), as principais Bolsas subiram apoiadas em uma notícia que indicaria maior disposição do governo chinês por um acordo.

O Ibovespa, principal índice acionário do país, subiu 1,27%, a 101.248 pontos. O giro financeiro foi de R$ 12,699 bilhões, abaixo da média diária do ano, que ronda os R$ 16 bilhões. Nos Estados Unidos, as Bolsas também avançaram.

Os dois pregões anteriores tinham sido de queda. A prova de que a disputa continuará ser usada para retratar o mercado veio quase no fechamento, quando voltaram a circular relatos de que chineses estariam pouco confiantes em um acordo nas reuniões da próxima semana.

Na terça-feira (8), o Citi afirmou que não conta com a aprovação de um acordo antes da eleição americana, em novembro de 2020. O ambiente de risco, porém, continua visível na dinâmica do mercado. Investidores estrangeiros já sacaram R$ 7,6 bilhões na primeira semana de outubro. No ano, a saída é de R$ 27,5 bilhões.

O dólar voltou a subir ante o real e encerrou o dia a R$ 4,1040 (+0,31%). Na comparação, com uma cesta de 24 divisas emergentes, a americana avançou sobre 10 e perdeu valor sobre 14 delas.

Stock market chart, Stock market data on LED display concept

DÓLAR
compra/venda
Câmbio livre BC – R$ 4,0948 / R$ 4,0954 **
Câmbio livre mercado – R$ 4,1020 / R$ 4,1040 *
Turismo – R$ 4,0600 / R$ 4,2980

(*) cotação média do mercado
(**) cotação do Banco Central

Variação do câmbio livre mercado
no dia: 0,310%

OURO BM&F
R$ 204,500

BOLSAS
Bovespa (Ibovespa)
Variação: 1,27%
Pontos: 101.248
Volume financeiro: R$ 12,699 bilhões
Maiores altas: Ultrapar ON (4,56%), Magazine Luiza ON (4,34%), Bradesco ON (3,99%)
Maiores baixas: JBS ON (-3,92%), Via Varejo ON (-1,68%), BRF SA (-1,64%)

S&P 500 (Nova York): 0,91%
Dow Jones (Nova York): 0,70%
Nasdaq (Nova York): 1,02%
CAC 40 (Paris): 0,78%
Dax 30 (Frankfurt): 1,04%
Financial 100 (Londres): 0,33%
Nikkei 225 (Tóquio): -0,61%
Hang Seng (Hong Kong): -0,81%
Shanghai Composite (Xangai): 0,39%
CSI 300 (Xangai e Shenzhen): 0,14%
Merval (Buenos Aires): 0,27%
IPC (México): -0,08%

ÍNDICES DE INFLAÇÃO
IPCA/IBGE
Setembro 2018: 0,48%
Outubro 2018: 0,45%
Novembro 2018: -0,21%
Dezembro 2018: 0,15%
Janeiro 2019: 0,32%
Fevereiro 2019: 0,43%
Março 2019: 0,75%
Abril 2019: 0,57%
Maio 2019: 0,13%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,19%
Agosto 2019: 0,11%
Setembro 2019: -0,04%

INPC/IBGE
Setembro 2018: 0,30%
Outubro 2018: 0,40%
Novembro 2018: -0,25%
Dezembro 2018: 0,14%
Janeiro 2019: 0,36%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 0,77%
Abril 2019: 0,60%
Maio 2019: 0,15%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,10%
Agosto 2019: 0,12%
Setembro 2019: -0,05%

IPC/Fipe
Setembro 2018: 0,39%
Outubro 2018: 0,48%
Novembro 2018: 0,15%
Dezembro 2018: 0,09%
Janeiro 2019: 0,58%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 051%
Abril 2019: 0,29%
Maio 2019: -0,02%
Junho 2019: 0,15%
Julho 2019: 0,14%
Agosto 2019: 0,33%
Setembro 2019: 0,00%

IGP-M/FGV
Setembro 2018: 1,52%
Outubro 2018: 0,89%
Novembro 2018: -0,49%
Dezembro 2018: -1,08%
Janeiro 2019: 0,01%
Fevereiro 2019: 0,88%
Março 2019: 1,26%
Abril 2019: 0,92%
Maio 2019: 0,45%
Junho 2019: 0,80%
Julho 2019: 0,40%
Agosto 2019: -0,67%
Setembro 2019: -0,01%

IGP-DI/FGV
Setembro 2018: 1,79%
Outubro 2018: 0,26%
Novembro 2018: -1,14%
Dezembro 2018: -0,45%
Janeiro 2019: 0,07%
Fevereiro 2019: 1,25%
Março 2019: 1,07%
Abril 2019: 0,90%
Maio 2019: 0,40%
Junho 2019: 0,63%
Julho 2019: -0,01%
Agosto 2019: -0,51%
Setembro 2019: 0,50%

SALÁRIO MÍNIMO
Janeiro 2019: R$ 998,00