A Bolsa brasileira começou a semana de reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) em baixa. Após oscilar entre leves altas e quedas durante o pregão, o Ibovespa recuou 0,43% nesta segunda-feira (17) e perdeu o patamar de 98 mil pontos. Segundo profissionais do mercado, as Bolsas mundiais reverberaram em parte as crescentes apostas de que autoridades monetárias poderão indicar nesta semana que estão abertas a fazer cortes em taxas de juros ainda neste ano.

Na semana cortada pelo feriado de Corpus Christi, na quinta (20), haverá reuniões de política monetária dos bancos centrais dos Estados Unidos, Japão e da Inglaterra, além do Brasil. Na terça (18) e quarta (19) acontecem as reuniões do Banco Central do Brasil. A expectativa de cortes da Selic foi reforçada com a pesquisa Focus, que mostrou o mercado reduzindo a previsão de crescimento econômico pela 16ª semana seguida. A pesquisa também mostrou que a estimativa agora é de que a Selic termine o ano em 5,75%, ante atual patamar de 6,5%.

“Cada um desses bancos centrais vai indicar possivelmente uma flexibilização nas taxas de juros, isso por si só já gera uma prudência”, disse Álvaro Bandeira, economista-chefe do banco Modalmais. A aposta do mercado para esta reunião é de que a taxa seja mantida em 6,5% até o próximo encontro, em 31 de julho.

A Bolsa de Valores de São Paulo, no centro de São Paulo, no Brasil – 09/05/2016 – REUTERS/Paulo Whitaker/File photo

DÓLAR
compra/venda
Câmbio livre BC – R$ 3,8889 / R$ 3,8895 **
Câmbio livre mercado – R$ 3,8990 / R$ 3,9010 *
Turismo – R$ 3,8600 / R$ 4,0600

(*) cotação média do mercado
(**) cotação do Banco Central

Variação do câmbio livre mercado
no dia: 0,020%

OURO BM&F
R$ 168,000

BOLSAS
Bovespa (Ibovespa)
Variação: -0,43%
Pontos: 97.623
Volume financeiro: R$ 20,443 bilhões
Maiores altas: IRB Brasil RE ON (2,99%), Azul PN (2,26%), Gol PN (2,24%)
Maiores baixas: Kroton ON (-2,77%), Eletrobras PN (-2,68%), Eletrobras ON (-2,46%)

S&P 500 (Nova York): 0,09%
Dow Jones (Nova York): 0,09%
Nasdaq (Nova York): 0,62%
CAC 40 (Paris): 0,43%
Dax 30 (Frankfurt): -0,09%
Financial 100 (Londres): 0,16%
Nikkei 225 (Tóquio): 0,03%
Hang Seng (Hong Kong): 0,40%
Shanghai Composite (Xangai): 0,20%
Merval (Buenos Aires): -0,39%
IPC (México): -0,38%

ÍNDICES DE INFLAÇÃO
IPCA/IBGE
Abril 2018: 0,22%
Maio 2018: 0,40%
Junho 2018: 1,26%
Julho 2018: 0,33%
Agosto 2018: -0,09%
Setembro 2018: 0,48%
Outubro 2018: 0,45%
Novembro 2018: -0,21%
Dezembro 2018: 0,15%
Janeiro 2019: 0,32%
Fevereiro 2019: 0,43%
Março 2019: 0,75%
Abril 2019: 0,57%

INPC/IBGE
Abril 2018: 0,21%
Maio 2018: 0,43%
Junho 2018: 1,43%
Julho 2018: 0,25%
Agosto 2018: 0,00%
Setembro 2018: 0,30%
Outubro 2018: 0,40%
Novembro 2018: -0,25%
Dezembro 2018: 0,14%
Janeiro 2019: 0,36%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 0,77%
Abril 2019: 0,60%

IPC/Fipe
Abril 2018: -0,03%
Maio 2018: 0,19%
Junho 2018: 1,01%
Julho 2018: 0,23%
Agosto 2018: 0,41%
Setembro 2018: 0,39%
Outubro 2018: 0,48%
Novembro 2018: 0,15%
Dezembro 2018: 0,09%
Janeiro 2019: 0,58%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 051%
Abril 2019: 0,29%

IGP-M/FGV
Maio 2018: 1,38%
Junho 2018: 1,87%
Julho 2018: 0,51%
Agosto 2018: 0,70%
Setembro 2018: 1,52%
Outubro 2018: 0,89%
Novembro 2018: -0,49%
Dezembro 2018: -1,08%
Janeiro 2019: 0,01%
Fevereiro 2019: 0,88%
Março 2019: 1,26%
Abril 2019: 0,92%
Maio 2019: 0,45%

IGP-DI/FGV
Abril 2018: 0,93%
Maio 2018: 1,64%
Junho 2018: 1,48%
Julho 2018: 0,44%
Agosto 2018: 0,68%
Setembro 2018: 1,79%
Outubro 2018: 0,26%
Novembro 2018: -1,14%
Dezembro 2018: -0,45%
Janeiro 2019: 0,07%
Fevereiro 2019: 1,25%
Março 2019: 1,07%
Abril 2019: 0,90%

SALÁRIO MÍNIMO
Janeiro 2019: R$ 998,00