A Bolsa de Valores brasileira teve nesta quinta-feira (2) um dia de otimismo no primeiro pregão do ano e encerrou a sessão em nova máxima histórica, com avanço de 2,53%, aos 118.573,10 pontos. O volume financeiro foi de R$ 20,99 bilhões.

Sem grandes notícias no mercado doméstico, o Bovespa -principal indicador do desempenho médio das ações negociadas na B3- seguiu as Bolsas internacionais, que também terminaram em alta frente a uma definição de uma data para assinatura da primeira fase do acordo comercial entre Estados Unidos e China.

Além disso, a redução do depósito compulsório decidida pelo banco central chinês como forma de impulsionar a economia daquele país também foi vista com bons olhos pelo mercado.

O dólar, que também seguiu na esteira do otimismo internacional, quebrou o ritmo de uma série de quedas que derrubou a cotação no fim do ano passado e fechou em alta de 0,27%, cotado em R$ 4,0250.

Profissionais do mercado têm citado as expectativas de fortalecimento da economia como um suporte à taxa de câmbio, já que tal movimento poderia atrair mais fluxo de capital -com consequente aumento da oferta de moeda no país.

A maior oferta de dólar seria bem-vinda. Números do Banco Central apontam que o Brasil já acumula saída líquida de pouco mais de US$ 43 bilhões em 2019 até 27 de dezembro. Mas a expectativa de mais ofertas de ações em 2020 somada ao alívio nas tensões comerciais alimentam esperanças de uma melhora no fluxo cambial. O mercado projeta taxa de 4,08 reais ao fim de 2020, segundo a mais recente pesquisa Focus do Banco Central.

DÓLAR
compra/venda
Câmbio livre BC – R$ 4,0207 / R$ 4,0213 **
Câmbio livre mercado – R$ 4,023 / R$ 4,025 *
Turismo – R$ 3,97 / R$ 4,210

(*) cotação média do mercado
(**) cotação do Banco Central

Variação do câmbio livre mercado
no dia: 0,27%

OURO BM&F
R$ 204,00

BOLSAS
Bovespa (Ibovespa)
Variação: 2,53%
Pontos: 118.573
Volume financeiro: R$ 20,988 bilhões
Maiores altas: Cogna ON (6,74%), B3 ON (5,78%), Qualicorp ON (5,66%)
Maiores baixas: YDUQS ON (-1,58%), Natura ON (-0,88%), Taesa UNT (-0,71%)

S&P 500 (Nova York): 0,84%
Dow Jones (Nova York): 1,16%
Nasdaq (Nova York): 1,33%
CAC 40 (Paris): 1,06%
Dax 30 (Frankfurt): 1,03%
Financial 100 (Londres): 0,82%
Nikkei 225 (Tóquio): -0,76%
Hang Seng (Hong Kong): 1,25%
Shanghai Composite (Xangai): 1,15%
CSI 300 (Xangai e Shenzhen): 1,36%
Merval (Buenos Aires): -1,35%
IPC (México): 2,06%

ÍNDICES DE INFLAÇÃO
IPCA/IBGE
Novembro 2018: -0,21%
Dezembro 2018: 0,15%
Janeiro 2019: 0,32%
Fevereiro 2019: 0,43%
Março 2019: 0,75%
Abril 2019: 0,57%
Maio 2019: 0,13%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,19%
Agosto 2019: 0,11%
Setembro 2019: -0,04%
Outubro 2019: 0,10%
Novembro 2019: 0,51%

INPC/IBGE
Novembro 2018: -0,25%
Dezembro 2018: 0,14%
Janeiro 2019: 0,36%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 0,77%
Abril 2019: 0,60%
Maio 2019: 0,15%
Junho 2019: 0,01%
Julho 2019: 0,10%
Agosto 2019: 0,12%
Setembro 2019: -0,05%
Outubro 2019: 0,04%
Novembro 2019: 0,54%

IPC/Fipe
Novembro 2018: 0,15%
Dezembro 2018: 0,09%
Janeiro 2019: 0,58%
Fevereiro 2019: 0,54%
Março 2019: 051%
Abril 2019: 0,29%
Maio 2019: -0,02%
Junho 2019: 0,15%
Julho 2019: 0,14%
Agosto 2019: 0,33%
Setembro 2019: 0,00%
Outubro 2019: 0,16%
Novembro 2019: 0,68%

IGP-M/FGV
Dezembro 2018: -1,08%
Janeiro 2019: 0,01%
Fevereiro 2019: 0,88%
Março 2019: 1,26%
Abril 2019: 0,92%
Maio 2019: 0,45%
Junho 2019: 0,80%
Julho 2019: 0,40%
Agosto 2019: -0,67%
Setembro 2019: -0,01%
Outubro 2019: 0,68%
Novembro 2019: 0,30%
Dezembro 2019: 2,09%

IGP-DI/FGV
Novembro 2018: -1,14%
Dezembro 2018: -0,45%
Janeiro 2019: 0,07%
Fevereiro 2019: 1,25%
Março 2019: 1,07%
Abril 2019: 0,90%
Maio 2019: 0,40%
Junho 2019: 0,63%
Julho 2019: -0,01%
Agosto 2019: -0,51%
Setembro 2019: 0,50%
Outubro 2019: 0,55%
Novembro 2019: 0,85%

SALÁRIO MÍNIMO
Janeiro 2020: R$ 1.039,00