Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra uma discussão entre um cliente e um frentista dentro da loja de conveniência de um posto de combustíveis, na Av. Mal. Floriano Peixoto, no bairro Boqueirão, em Curitiba. Nas imagens, é possível ver o homem chamando o funcionário do local de “neguinho”, “macaco” e “nordestino”. O episódio aconteceu no início da manhã desta sexta-feira (13).

Foto: Reprodução.

No vídeo o homem aparece dizendo que é empresário e desferindo diversos xingamentos contra o frentista.

“Eu sou empresário, tenho CNPJ, tenho empresa (…). Você ganha 4 mil aqui nessa bost*. Eu pago três vezes mais só pra estar aqui te xingando de ‘neguinho’, seu otári*! Nordestino dos infernos! (…) Vem do nordeste pra querer ser gente aqui em Curitiba. Volta pro nordeste! Volta comer cactos”, diz o homem.

Frentista

A Banda B conversou com o frentista, de 18 anos, para saber mais detalhes da história. Segundo ele, o cliente chegou no posto alcoolizado e “cantando pneu”.

“Ele chegou bêbado e cantando pneu. Ele entrou na loja de conveniência e eu fui abastecer um outro carro que chegou. Quando voltei, ele estava xingando o rapaz do caixa dizendo que tinha sido maltratado, que ele não tinha educação, que as meninas da parte da tarde sempre tratam ele bem”, relatou.

Ao ver o colega sendo xingado, o frentista teria tentado intervir na discussão.

“Eu falei pra ele parar de xingar, que podia chegar algum cliente e ia espantar né. Aí o cara começou a me xingar de nordestino, neguinho, macaco. Fiquei de cara, fui pra fora do posto pra ver se ele cansava de xingar, mas ele me seguiu e depois ainda me deu um empurrão”, afirmou o jovem.

Vídeo

Antes de deixar o estabelecimento, o empresário ainda teria ameaçado o frentista e o caixa, dizendo que ele voltaria e que era para eles tomarem cuidado.

“Ele disse que só não bateu em mim poque estava bêbado e que ia voltar só depois que estivesse são”, concluiu.

A reportagem da Banda B entrou em contato com o homem que aparece nas imagens. Ele disse que foi ao local para comprar um lanche e que foi destratado pelos funcionários.

O frentista envolvido no episódio deve registrar uma queixa-crime contra o empresário.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vídeo mostra empresário chamando frentista de “macaco” e “nordestino” em posto de combustíveis no Boqueirão

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.