Uma Rua da Memória vai fazer a conexão entre o Memorial de Curitiba – espaço que abriga múltiplas atividades culturais – e a Casa da Memória, centro que abriga a história da cidade. Com o projeto, a Travessa Nestor de Castro, no Centro de Curitiba, vai ser totalmente reformulada.

rua-da-memoria-centro-curitiba-antes-depois
Fotos mostram como rua é hoje e como ficará após execução do projeto. Foto: Divulgação/SMCS.

Essa é a proposta do projeto concebido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), um novo desdobramento do programa Rosto da Cidade, que promove a recuperação urbana da região central e a valorização da arquitetura de prédios e monumentos por toda a capital.

“A Rua da Memória será uma das âncoras de um grande projeto de revitalização e redesenvolvimento do Setor Histórico para o usufruto de toda a população e de visitantes que tenham Curitiba como destino”

disse o prefeito Rafael Greca, ao lançar o projeto.

Mobilidade ativa

A intervenção vai fortalecer a mobilidade ativa, com calçadas e estrutura cicloviária integradas a um sistema de transporte renovado.

“Outra vertente importante do projeto estará em intervenções para o fortalecimento da mobilidade ativa no entorno do Setor Histórico, com a execução de calçadas e estrutura cicloviária ampliando as áreas para os pedestres. Tudo isso será integrado ao sistema de transporte que contará com mudança na logística das paradas de ônibus, o que possibilitará maior mobilidade, conforto e segurança para os usuários”

explicou o secretário de Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur.

História e tecnologia

Com a união de história e tecnologia, o projeto da Rua da Memória, futuro Memorial Digital na Travessa Nestor de Castro, no Centro, contará a história da cidade com recursos digitais nas paredes das edificações, permitindo que a informação chegue a todas as pessoas, valorizando a diversidade.

Para que isso se torne realidade, estão sendo programadas várias adequações para acontecer na Travessa Nestor de Castro, no Centro, para favorecer a mobilidade urbana.

Com a primeira etapa concluída pelo Ippuc, o projeto tem objetivo de melhorar a condição urbanística do local, incentivando o uso de moradias, atraindo investimentos e potencializando a economia, turismo e patrimônio histórico.

rua-da-memoria-centro-curitiba
Foto: Divulgação/SMCS.

Renovação urbana

De acordo com a diretora de Projetos do Ippuc, Célia Bim, a implantação da Rua da Memória faz parte do projeto de Renovação Urbana do Setor Histórico de Curitiba, com o objetivo de criar um espaço urbano que facilite o desenvolvimento de atividades coletivas, sociabilidades, relações culturais e de identidade.

“A proposta tem como alicerce melhorar a condição urbanística do local, com incentivo ao uso de moradias, a atração de novos investimentos e a potencialização da economia, do turismo e do patrimônio histórico e cultural locais que já têm a região como destino consolidado”

explicou Célia Bim.

Etapas do projeto

A primeira etapa do projeto da Rua da Memória foi concluída pelo Ippuc e encaminhada à Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) para análise do orçamento e posterior licitação da obra.

Nesta fase ainda estão previstas possibilidades de eventuais ajustes que se façam necessários. O prazo estimado para execução da obra nesta primeira etapa é de oito meses.

travessa-nestor-de-castro-rua-da-memoria-centro-curitiba
Foto: Divulgação/SMCS.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Travessa Nestor de Castro, no Centro de Curitiba, vai se transformar em ‘Rua da Memória’; veja como será o projeto

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.