Pelo 2° dia seguido, a Polícia Civil fechou uma fábrica de balões em Curitiba. Nesta terça-feira (2), a ação foi deflagrada pelo 11° Distrito, no bairro Santa Quitéria. Um jovem de aproximadamente 25 anos foi preso com diversos materiais.

fabrica-baloes
Foto: Reprodução

De acordo com o investigador Luiz Schmidt, as investigações já apontavam para o local e familiares do preso autorizaram a entrada da equipe.

“Conseguiu localizar essa fábrica, com vários apetrechos e balões. No local, os familiares confirmaram que ele tinha hábito de soltar balões, inclusive gastava todo o dinheiro que acumulava do trabalho para a produção”, disse.

O suspeito foi detido em flagrante por crime ambiental previsto na Lei nº 9.605/98 e pode ser condenado a pagamento de multa ou pena de um a três anos de prisão.

Quatro presos

Na segunda-feira (1), quatro pessoas foram presas em flagrante durante uma operação da Polícia Civil que mirou incêndios e soltura de balões. De acordo com a Polícia Civil, foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão durante a ação. Seis fábricas de balões foram desmanteladas.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Polícia fecha 7ª fábrica de balões em dois dias e jovem é preso com diversos materiais em Curitiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.