O motorista que invadiu a contramão e matou Evandro Ramos, de 38 anos, e Johann Martins de Jesus Ramos, de 15, foi denunciado à Justiça por homicídio duplamente qualificado. A batida aconteceu na Linha Verde, em Curitiba, na noite do último dia 11 de maio. O motorista Cristian Patrick Garcia Carvalho, de 29 anos, responde ao caso em liberdade.

evandro-johann-1
Reprodução

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MPPR), Cristian dirigia um automóvel Hyundai Veloster e agiu com dolo eventual, “ou seja, assumindo o risco de provocar o resultado, matou, mediante colisão veicular.”

Após o acidente, o motorista foi preso em flagrante por dirigir embriagado. No entendimento da Polícia Civil, porém, o caso era tratado como homicídio culposo – quando não há a intenção de matar – e lesão culposa na direção de veículo automotor. Ele foi solto provisoriamente, sem a necessidade de pagar fiança.

Além do duplo homicídio, o MPPR também entende que houve duas tentativas de homicídio. Uma contra Tânia Valquíria Martins e outra contra o quarto ocupante do Celta, o pequeno Miguel, de 2 anos.

Crime

Cristian dirigia o veículo Hyundai Veloster que bateu contra três carros e capotou, no bairro Pinheirinho. Um dos automóveis atingidos era o ocupado pela família Ramos. Evandro morreu na hora e Johann morreu alguns dias depois.

Tânia e o filho Miguel sofreram ferimentos graves, mas se recuperam bem. Ambos já deixaram a UTI.

No último sábado (25), familiares e amigos da família Ramos realizaram um protesto para pedir justiça. O ato começou na Boca Maldita e seguiu até a Praça Santos Andrade.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Motorista que invadiu contramão e matou pai e filho na Linha Verde é denunciado por homicídio qualificado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.