Matheus Eduardo desapareceu no dia 14 de janeiro deste ano ao sair para passar a noite na casa de um amigo, em Almirante Tamandaré, região metropolitana de Curitiba. Nos dias seguintes, o jovem desapareceu sem dar notícias.

Padrão edição – não apagar.00_25_50_16.Quadro389
Matheus Eduardo – Foto: Reprodução

A mãe de Matheus, Adriana Franco, afirmou à Banda B que o filho sempre dava notícias quando não estava em casa.

“Ele não era de sair e não dar notícias. Onde ele estava, sempre falava, conversava comigo. A partir disso, quando ele não falou nada, me ascendeu já um alerta dizendo que algo tinha acontecido com meu filho”, disse Adriana.

Encontrado morto

Já no início do mês seguinte, uma dura notícia para a mãe do Matheus. Ela descobriu que o filho foi encontrado morto em Quatro Barras, também na região metropolitana.

Além da dor da perda, Adriana ainda não enterrou o corpo do filho. Há cinco meses ela fez o exame de DNA no Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba e espera pelo resultado.

“No estado que foi encontrado o corpo do meu filho, não tem mais como a gente fazer velório. Eu só queria poder enterrar meu filho com dignidade, pra que ele possa descansar. Essa angústia, essa espera pela liberação do corpo está acabando comigo. Eu tenho que cuidar dos meus outros filhos, da minha neta, a filha do Matheus. Preciso de forças”, desabafou.

A reportagem da Banda B procurou o IML para dar uma posição sobre o caso e aguarda o retorno.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mãe aguarda há cinco meses resultado de DNA para sepultar o filho encontrado morto: “Essa espera está acabando comigo”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.