A Vara do Tribunal do Júri de Curitiba aceitou denúncia contra a influenciadora Cássia Vialli Martins, que é acusada de atropelar e matar o motoboy Jheykson Roger Medeiros, de 36 anos. O Ministério Público do Paraná (MPPR) havia protocolado o documento em dezembro do ano passado, mas somente nesta quarta-feira (19) ela foi aceito pela Justiça. Dentre as medidas restritivas, Cássia está impedida de dirigir durante o processo.

Reprodução

De acordo com a denúncia, Cassia diria na contramão e bateu de frente contra a moto pilotada por Jheykson, em 3 de setembro de 2022. Após a colisão, a influencer fugiu sem prestar socorro. O motoboy estava trabalhando e fazia entregas no momento em que acabou atingido.

A 3ª Promotoria de Justiça de Crimes Dolosos contra a Vida sustenta a prática de homicídio com dolo eventual qualificado por meio cruel, bem como dos crimes de omissão de socorro e fuga do local do acidente.

Além de ser proibida de dirigir, Cassia foi impedida pela Justiça de sair aos fins de semana no período noturno, bem como se ausentar de Curitiba. Para a defesa dela, as medidas são exageradas, já que restringem a influencer de trabalhar. O advogado Igor José Ogar já anunciou que irá recorrer da decisão.

Por outro lado, a família família de Jheykson entende que Cássia cometeu o crime com dolo eventual, ou seja, assumiu o risco pelo resultado. Desta forma, os advogados que os representam acreditam que esse é apenas mais um passo para que “justiça seja feita”.

Procurada, a defesa de Cássia informou que ela irá cumprir todas as medidas impostas pela Justiça.

O crime

O atropelamento que matou Jheykson aconteceu no dia 3 de setembro do ano passado, no bairro Boqueirão, em Curitiba. A digital influencer Cássia Vialli Martins dirigia uma caminhonete, invadiu a contramão, atropelou o motoboy e fugiu sem prestar socorro.

A comanda de um bar paga pela motorista da caminhonete antes de se envolver no acidente indica que ela teria consumido bebidas alcoólicas no estabelecimento.

O caso foi investigado pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) de Curitiba.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Justiça aceita denúncia contra influencer acusada de matar motoboy atropelado e a impede de dirigir

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.