O jovem de 21 anos que conduzia a BMW que matou o servente Marcelo da Trindade, de 48 anos, na tarde desta segunda-feira na BR-277, no bairro Orleans, em Curitiba, foi preso em flagrante pela Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) no Hospital Evangélico, onde está internado. Segundo o delegado Edgar Santana, da Dedetran, imagens de câmeras de segurança de uma empresa e o depoimento de testemunhas confirmam a pratica de um racha entre o condutor da BMW e o de um veiculo Volvo, que ainda não foi identificado.

Assista abaixo ao vídeo que mostra o momento que os carros passam em alta velocidade pela rodovia, em seguida a BMW capota.

 

“As testemunhas afirmaram que os motoristas da BMW e de um veículo Volvo estavam fazendo um racha. O condutor do Volvo fugiu do local e o BMW ficou preso às ferragens. Diante destas provas e imagens de câmeras de monitoramento de uma empresa, chegamos a conclusão de que eles praticavam o crime de racha e vão responder por homicídio doloso (quando assume o risco de matar)”, descreveu o delegado em entrevista à Banda B na tarde desta terça-feira.

 

Assim que receber alta, o motorista da BMW será ouvido na delegacia. O delegado ainda revelou que espera que o outro envolvido se apresenta nas próximas horas na Dedetran. “Contra ele também serão tomadas as medidas pertinentes. Ambos estavam acima da velocidade e praticando o crime de racha. As imagens colhidas serão entregues ao Instituto de Criminalística para se definir a velocidade correta dos veículos, que certamente é acima dos 80 km/h permitido naquele trecho”, destacou Edgar Santana.

Durante a entrevista, o delegado lamentou os casos recorrentes de racha em Curitiba e região metropolitana, tirando a vida de inocentes e marcando a vida de famílias para sempre. “Eventos assim lamentavelmente têm acontecido com frequência. Inocentes têm perdido vidas com isso e famílias sendo destruídas. Medidas vem sendo tomadas, no entanto ainda insistem neste tipo de conduta. Falta respeito e educação em preservar a vida do próximo”, lamentou.

História de superação

BMW acertou servente que morreu na hora enquanto trabalhava (Foto: Banda B)

 

O servente Marcelo da Trindade, que morreu atropelado pela BMW desgovernada no tinha há oito anos superado o alcoolismo e passava por um ótimo momento, segundo familiares. O acidente fatal aconteceu depois que o condutor do carro perdeu o controle e capotou por 100 metros, atingindo Marcelo que fazia a limpeza do canteiro da rodovia.

Paulo Roberto dos Reis era cunhado de Marcelo e trabalhava com ele na concessionária que administra a rodovia. Ele contou que o amigo vivia um momento especial. “Ele teve problemas com o álcool e há oito anos venceu isso. Hoje estava bem, trabalhando na empresa com a família e era uma pessoa boa, sem maldade com ninguém. Agora deixou dois filhos e a esposa”, lamentou.

Para Paulo Roberto, é preciso que a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran), apure o caso com rigor. “É difícil de acusar neste momento. O que a gente tem é a palavra de testemunhas que falaram em alta velocidade e até racha. Queremos que tudo seja esclarecido e a Justiça seja feita”, ponderou.

O acidente

A BMW fazia a pista sentido Centro de Curitiba quando o motorista perdeu o controle do carro, capotou e acertou o funcionário que limpava o canteiro central e teve o corpo arremessado para a marginal da pista sentido Ponta Grossa, que também foi onde o carro parou.

Um motorista, que estava atrás da BMW e ajudou no socorro do condutor, afirmou que o condutor estava em alta velocidade. “Ele estava atrás de uma Mercedes e em alta velocidade. Eu desci aqui para socorrer e vi isso acontecer. Infelizmente, nesta rodovia o pessoal acaba abusando”, disse.

O condutor da BMW foi socorrido com ferimentos leves ao hospital.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Imagens mostram racha e jovens vão responder por homicídio, diz delegado sobre acidente na BR-277

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.