Imagens de uma câmera de monitoramento instalada dentro de um biarticulado (assista abaixo) mostra o desespero do motorista no momento em que atropela uma idosa de 67 anos, na canaleta do expresso em Curitiba. A vítima tentava atravessar a canaleta após descer da estação tubo e não resistiu aos ferimentos. O caso aconteceu um dia após o Natal, no dia 26 de dezembro, de 2022.

O motorista do ônibus foi denunciado por homicídio culposo pelo Ministério Público do Paraná (MPPR).

Nas imagens, é possível ver o momento em que o condutor do coletivo buzina, tenta desviar da idosa, mas acaba batendo contra a vítima. Ele entra em desespero e coloca a mão no peito.

“Meu Deus do céu cara! Ela não viu o ônibus. Cara do céu. Aí meu Deus do céu. Eu vou parar. Alguém liga pro Siate. Eu desviei o máximo que eu pude dela gente. Vocês viram?”, pergunta o motorista aos passageiros, que tentam acalmá-lo.

As investigações constataram que quando acertou a idosa, o motorista tentava ultrapassar um outro biarticulado no mesmo sentido que estava parado.

Família da vítima

O advogado da família da idosa, Rodrigo Cunha, afirmou que com o surgimento das imagens internas do veículo ficou confirmado que o motorista “faltou com o dever de cuidado”.

“Segundo a legislação de trânsito, todo condutor que for efetuar ultrapassagem de um coletivo que esteja embarcando e desembarcando passageiros, deverá obrigatoriamente reduzir consideravelmente a velocidade, redobrar a atenção e em determinados casos até parar o veículo. Não foi o que aconteceu neste caso em que o motorista manteve a velocidade em 60 km/h. A família pede justiça”, disse Cunha.

O crime de homicídio culposo é aquele em que se assume o risco de morte, mesmo quando não há intenção.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Imagens mostram desespero de motorista de ônibus após atropelar idosa em Curitiba; ele foi denunciado pelo MP

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.