Detido na madrugada desta terça-feira (26), no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, por porte ilegal de arma de fogo, o ex-BBB Diego Alemão já foi preso em flagrante em Curitiba (PR) por dirigir embriagado e agredir um motorista que se envolveu em um acidente de trânsito com ele (saiba mais abaixo).

Alemão deixou a 12ª DP (Copacabana) na manhã desta terça, após pagar uma fiança de R$ 4 mil. Ele foi preso em flagrante com um revólver calibre .32 e, segundo policiais, dizia que daria tiros em uma esquina de Ipanema. Ele estava em um táxi – que foi interceptado pelos agentes.

Detido por porte ilegal de arma, ex-BBB Diego Alemão já foi preso em Curitiba por dirigir bêbado; veja vídeo
 Foto: Reprodução

Aos jornalistas, o ex-BBB disse que portava a arma devido à falta de segurança no Rio. “Fala aí, urubuzada”, diz Alemão ao se referir aos repórteres. “O que aconteceu? Eu quero saber o seguinte: Por que vocês não estão na frente da casa do [Bruno] de Luca, que deixou a porr* do meu melhor amiga com a cabeça no chão”, prosseguiu, ao citar o atropelamento do ator Kayky Brito no RJ.

Segundo ele, a arma não estava municiada. No entanto, a Polícia Militar afirmou que encontrou duas munições no tambor do revólver e outras seis na cartucheira do coldre. O taxista afirmou ter presenciado o momento em que Alemão entrou no carro com a arma.

A prisão em Curitiba

Diego Alemão foi preso em flagrante e condenado por dirigir embriagado em abril de 2020, em Curitiba. À época, ele foi solto após pagar uma fiança de R$ 7 mil. O acidente aconteceu no bairro Santa Quitéria.

De acordo com a polícia, ele ainda agrediu o motorista do carro no qual ele bateu e desacatou os agentes. “Sou do BBB, vocês me conhecem, vocês não sabem a mer* que vai dar se vocês me prenderem. Eu sou empresário, sou influente, vou acabar com a vida de vocês”, teria dito o ex-BBB aos policiais.

Ele se recusou a fazer teste do bafômetro.

Detido por porte ilegal de arma, ex-BBB Diego Alemão já foi preso em Curitiba por dirigir bêbado; veja vídeo
Foto: Reprodução/RPCTV

A condenação, que aconteceu em março deste ano, considerou os seguintes crimes: embriaguez ao volante, lesão corporal, ameaça e desacato.

Em abril de 2020, três homens suspeitos de extorquir o ex-BBB foram presos. Eles teriam exigido R$ 50 mil de Alemão para não publicar vídeos da prisão dele.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Detido por porte ilegal de arma, ex-BBB Diego Alemão já foi preso em Curitiba por dirigir bêbado; veja vídeo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.