Você já imaginou carregar o seu celular com um cabo feito de fibra de maconha? Essa é a proposta de uma empresa curitibana especializada em produtos para dispositivos móveis.

cabo de maconha
Foto: Divulgação Händz

A marca vem investindo em artigos de baixa agressão ao planeta, por isso decidiu lançar o cabo batizado de “Hemp”, que é encontrado nas versões Lightning pra USB, Lightning pra Type C e Type C pra USB. Os equipamentos usados em aparelhos como iPhone e iPad, são homologados pela Apple.

Rodrigo Lacerda, proprietário da Händz, explica que a fibra da maconha é pouco explorada no Brasil, mas é resistente, sustentável e tem muitas utilidades.

“A gente já tinha lançado no ano passado alguns carregadores e produtos feitos a base de bambu e fibra de trigo. Agora acabamos de lançar os cabos de maconha e fibra de trigo. A ideia é oferecer alternativas sustentáveis a matérias primas que já vêm sendo utilizadas há décadas”, disse.

Os equipamentos são feitos de cânhamo, que é uma planta da família da cannabis sativa, a mesma utilizada para produzir a maconha. Conforme relatos históricos, o cânhamo era utilizado por povos antigos, antes mesmo de Cristo, para fazer cordas, tecidos, redes e velas de navios, por exemplo.

No século XV, os barcos que Cristóvão Colombo usou para descobrir a América transportaram 80 toneladas de cânhamo, entre cordas, redes, velas e outros utensílios navais.

“A fibra de cânhamo é uma fibra utilizada há mais de 7 mil anos. Ela sempre foi utilizada para fazer cordas, tecidos e uma infinidade de produtos. O cultivo dessa fibra usa muito menos água e muito mais resistente a pragas, ou seja, economiza água e agrotóxicos, com baixo impacto ambiental”, afirmou Lacerda.

Em meio à polêmica que o cabo de maconha gera, o empresário reforça que o equipamento é legalizado.

“Tem diversas brincadeiras que rolam: posso queimar o cabo? Se eu deixar muito tempo na tomada rola uma brisa? Realmente não tem nada disso, é importante ressaltar que o cabo não pode ser usado para outras finalidades. Ela não oferece nenhum efeito psicoativo ”, destaca.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Empresa curitibana lança cabo de celular feito com fibra de maconha

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.