O boletim semanal da dengue, divulgado nesta quarta-feira (13) pela Prefeitura de Curitiba, aponta 207 novos casos de dengue na cidade. Desde o início do ano, a capital contabiliza 808 casos da doença, sendo 627 importados (contaminação aconteceu fora do município) e 181 autóctones (transmissão local).

image-13-7
Foto: SMCS

O distrito sanitário mais afetado continua sendo o Tatuquara, com 130 casos, sendo 53 importados. Na sequência está Cajuru, com 106 casos, sendo 65 importados. A CIC aparece em seguida com 94 casos, sendo 80 importados. E o Bairro Novo contabiliza 91 casos, sendo 62 importados.

“Os números da dengue em Curitiba são pequenos se comparados a outras capitais, mas precisamos de especial atenção, pois estamos vivendo um momento climático propício para a proliferação do mosquito e espalhamento da doença”, alerta a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Beatriz Battistella.

Painel

A partir desta quarta-feira (13/3), a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba passa a disponibilizar o Painel da Dengue, com dados e atualizações semanais da evolução da doença. O objetivo, segundo a administração municipal, é informar a população e manter a transparência e a comunicação sobre a doença que está causando um surto atualmente nas Américas.

Balanço

No Brasil, já são 1,5 milhão de casos prováveis de dengue em 2024. Ao todo, 271 municípios brasileiros e nove unidades da federação declararam emergência em saúde pública por conta da dengue (Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Amapá e São Paulo).

O Informe Semanal da Dengue divulgado nesta terça-feira (12/3) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) registra o maior número de casos no Paraná em um boletim do atual período epidemiológico: 17.044 novos casos.

 “Há muitos municípios em situação de epidemia no Paraná e no restante do país. Com o fluxo constante de pessoas, acabamos registrando mais casos importados. E essas pessoas que voltam com casos importados, ao encontrar o mosquito transmissor da dengue aqui, contribuem para o início da cadeia de transmissão da doença localmente, aumentando o número de casos autóctones”, explica o diretor do Centro de Epidemiologia da SMS, Alcides Oliveira. Isto porque se o mosquito pica alguém com dengue ficará contaminado com o vírus e transmitirá para outras pessoas.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Curitiba confirma 207 novos casos de dengue e prefeitura lança painel de monitoramento da doença

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.