A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) atualizou o boletim e trouxe detalhes, nesta quarta-feira (15), sobre as duas mulheres que morreram vítimas da dengue em Curitiba. Os casos foram divulgados na terça-feira (14), em boletim da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná.

image-3-2
Foto: SMCS

De acordo com a administração municipal, a primeira morte ocorreu no dia 9 de abril. Trata-se de uma mulher de 49 anos, que, embora moradora do bairro Santa Quitéria, teria contraído a doença no interior do estado. Ela se recuperava da Covid-19 prolongada, quando foi infectada pela dengue. O tratamento e morte aconteceram na mesma cidade da infecção.

A outra morte refere-se a uma moradora da CIC, de 75 anos, que tinha comorbidade cardiovascular. A dengue trouxe complicações para o quadro dela, levando a um infarto. A morte aconteceu em 29 de abril.

Boletim

O Painel da Dengue mostra que a capital paranaense registrou 1.046 novos casos da doença ao longo da última semana. O Cajuru segue como distrito sanitário mais afetado, com 1.549 casos, sendo 639 importados. Na sequência está o Tatuquara, com 1.543 casos (189 importados), e o Bairro Novo, com 865 casos (313 importados).

Nesta quarta-feira (15), Curitiba tinha 12 pacientes com confirmação de dengue internados em leitos SUS, sendo 11 em leitos clínicos e um em leito de UTI.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Curitiba atualiza boletim e detalha primeiras mortes por dengue na cidade em 2024

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.