A Polícia Militar (PM) vivenciou, na tarde desta segunda-feira (23), um momento emocionante de solidariedade. Em uma clínica de fisioterapia e reabilitação, no bairro Tarumã, em Curitiba, Romualdo Ferreira Silva Marques, de 34 anos, implantou uma prótese da perna esquerda após receber a doação da família do também policial, Diego Eusébio Dias, de 31 anos. A reportagem da Banda B esteve no local e acompanhou o companheirismo entre famílias que sequer se conheciam.

Romualdo e família. Foto: Djalma Malaquias/Banda B

As histórias de Romualdo e Diego estarão, a partir de agora, diretamente ligadas. O primeiro teve que amputar a perna depois de ser baleado em um confronto. Diego, por sua vez, tinha câncer e retirou a perna durante o tratamento da doença, mas contraiu o coronavírus e não resistiu às complicações provocadas pela Covid, em junho deste ano.

“Em vida, ele sempre foi um homem muito generoso e que gostava de ajudar o próximo. Então, a gente sabe que essa doação era uma vontade dele. Ele gostava de ajudar o próximo e, principalmente, um companheiro de farda. Tenho certeza que ele está muito feliz”, Renata Ferreira, esposa de Diego.

A também esposa, mas de Romualdo, Soraia Marques Ferreira Silva, tinha em sua voz um sentimento de gratidão. À Renata, ela diz ser totalmente grata e afirma que é muito emocionante ver, e viver, que há pessoas que realmente pensem no próximo.

“Ela está dando algo que fazia parte do corpo do marido dela. Não nasceu com isso, ele adquiriu. Então, agora ela está ajudando outra família na mesma situação. É muito emocionante ver que o amor, o carinho contagia, e que o mundo ainda tem muito amor para dar”, pontuou a Soraia à reportagem.

O momento foi acompanhado por outros policiais militares. Este é o caso do soldado Luiz César Kaseker, PM que foi atropelado em frente de uma farmácia em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Ele ficou internado por 12 dias no Hospital Cajuru e teve as duas pernas amputadas pelos médicos, para poder ter a vida salva.

Ele foi ao Tarumã e prestigiou Romualdo.

“Fico na torcida por ele. Logo, logo, estaremos correndo juntos aí. A gente percebe que há mais pessoas boas do que ruins nesse mundo. Dá mais esperança”, comemorou. “A expectativa é boa. Logo estarei em pé, caminhando, retornando à vida o mais próximo do normal possível”, explicou sobre o próprio estado de saúde.

Romualdo

“Um momento de muita felicidade. A prótese irá mudar a minha vida”, define o soldado que recebeu a prótese do colega Diego.

O PM concedeu entrevista à Banda B e comentou que irá receber parte da prótese usada por Diego. Ele explica que o aparelho completo não poderá ser usado visto que o outro PM possuía um porte físico diferente do seu. No entanto, isto, segundo Romualdo, não importa diante da grandiosidade que o momento representou em sua vida.

“A prótese vai possibilitar a minha acessibilidade, meus deslocamentos (…). É uma mudança de vida”, comentou. “É mais do que prova de que a nossa instituição vive como família. Apesar dele não ter me conhecido, ele saberia que um irmão de farda poderia precisar, diante do nosso trabalho e por conta das coisas que a gente passa”, definiu a ação.

O encontro entre Kaseker, Romualdo e conhecidos. Romualdo e família. Foto: Djalma Malaquias/Banda B

A parte que Romualdo recebeu da prótese corresponde a região do joelho. A família do soldado ainda pede doações para que ele volte a vida mais próxima do normal. O PIX para doações, é: 976.626.665-49, no nome de Soraia. “Vamos disseminar amor. Qualquer quantia soma muito bem para a gente”, ressalta a esposa de Romualdo.

O restante da prótese, por sua vez, será doada a uma outra pessoa.

“A gente sabe que é um equipamento bem caro. Há partes especificas que eu vou ter que custear, eu peço às pessoas que possam me ajudar. A luta continua em busca de novos valores para os outros componentes”, finalizou.

Vídeo

O repórter Djalma Malaquias esteve no local e acompanhou o momento emocionante entre os soldados da Polícia Militar (PM).

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Após ser atingido por tiro e perder perna, PM implanta prótese de colega vítima da Covid e emociona

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.