(Fotos: Daniela Sevieri – Banda B)

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ao ato na Praça Santos Andrade, em Curitiba, por volta das 20h desta quarta-feira (28), acompanhado da também ex-presidente Dilma Rousseff. Milhares de pessoas a favor de Lula se reuniram no local, que marca o encerramento da caravana dele pelo sul do país.

Participaram da manifestação os pré-candidatos à presidência da República Manuela Dávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (PSOL), além do senador João Capiberibe (PSB), e os paranaenses Gleisi Hoffmann, presidente do PT, e o senador Roberto Requião (MDB).

Dilma foi a primeira a discursar. Assim como Lula, ela repudiou o ataque a tiros ao ônibus da caravana, que aconteceu na noite desta terça-feira (27), e criticou a série da Netflix “O Mecanismo”, de José Padilha, que retrata as investigações da Operação Lava Jato.

Em seu discurso, o presidente Lula narrou toda a trajetória pelo sul do país, começando pelo Rio Grande do Sul, Santa Catarina e chegando ao Paraná. Ele detalhou os diversos ataques pelos quais a caravana passou, com pedradas, ovadas e os tiros registrados na noite de ontem.

“Eu achei que quando chegasse ao Paraná seria mais tranquilo. Em São Miguel do Iguaçu, eles jogaram pedras e ovos no palanque, onde tinha mulher com criança de colo. Sorte que não acertaram nenhuma. A coisa foi ficando mais feia e a imprensa foi conivente (…). Eu tenho mais de 60 horas de televisão falando mal de mim, 70 capas de revista falando mal de mim, porque não se conformam… Enquanto eles falam mal de mim, eu cresço e eles não se conformam. Ontem, alguns tentaram até defender os ataques da caravana”, afirmou.

O ex-presidente ainda declarou que está sendo vítima de emissoras de televisão, da Polícia Federal, do Ministério Público e do juiz Sérgio Moro.”Se eles provarem que eu fiz algo errado, paro de fazer política. Eu tenho caráter e estou nessa luta para defender a minha inocência e a minha honra”.

Série “O Mecanismo”

Lula ainda aproveitou o palanque para criticar a série “O Mecanismo”, assim como Dilma. “Nós vamos processar a Netflix no Brasil, nos Estados Unidos, na Europa, em todo lugar se precisar (…). Estão colocando na minha boca coisa da boca dos outros e jogar o PT como uma quadrilha que foi feita para roubar”, comentou, se referindo à cena em que o personagem que encarna o ex-presidente usa as palavras do senador Romero Jucá (PMDB) sobre ‘estancar a sangria’.

Manifestação anti-Lula

Antes da chegada do ex-presidente, manifestantes anti-Lula marcharam em direção à Praça Santos Andrade, desrespeitando a orientação da Polícia Militar. Diante da possibilidade de confronto, policiais realizaram um bloqueio na esquina das ruas Riachuelo e Presidente Faria, mas os integrantes do protesto não ultrapassaram a barreira e disseram que o ato é pacífico.

Vídeo

Assista a um trecho do discurso de Lula abaixo:

(Vídeo: Banda B)

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Em discurso na Santos Andrade, Lula repudia ataques à caravana e critica série “O Mecanismo”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.