O vice-presidente da República e ministro da Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, veio para Curitiba nesta quarta-feira (20) para um balanço dos investimentos da Itaipu Binacional nos estados do Paraná e do Mato Grosso do Sul, desde 2023, por meio do “Programa Itaipu Mais que Energia”. Em entrevista à imprensa, ele também falou sobre a reforma tributária e defendeu o projeto que foi aprovado no final do ano passado.

WhatsApp Image 2024-03-20 at 13.07.49
Foto: Cristiano Vaz/Banda B

“O objetivo da reforma primeiro é simplificar, reduzir custos, melhorar a eficiência econômica, porque você tira a cumulatividade. Isso vai atrair investimentos para o Brasil e vai desonerar totalmente a exportação. Vai fortalecer o comércio exterior que é fortemente gerador de emprego e renda”, afirmou o vice-presidente.

Ainda de acordo com o vice-presidente, um estudo mostrou que em 15 anos a reforma tributária pode aumentar o PIB do país em 12%. A reforma deve começar a ser implementada apenas em 2026 até 2032. Cinco tributos deverão ser extintos.

Convênios

No evento, também foram lançados convênios de governança participativa firmados entre a Itaipu e o Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

O vice-governador do Paraná, Darci Piana, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri; demais diretores da Itaipu; o diretor superintendente do PTI, Irineu Colombo; além do presidente da Associação dos Municípios do Paraná, Edmar Santos, e outras autoridades estavam presentes.

A cerimônia aconteceu dentro da programação do Encontro dos Municípios do Paraná (Emupar), no Viasoft Experience, em Curitiba. Organizado pela Associação dos Municípios do Paraná, o Encontro reuniu, de 19 a 21 de março, um público de 4 mil pessoas, entre gestores e servidores públicos, e ofereceu uma variedade de atividades, incluindo palestras e arenas técnicas, direcionadas à capacitação de gestores e servidores públicos.

Itaipu Mais que Energia

Um dos objetivos do evento foi apresentar às autoridades municipais do Paraná e Mato Grosso do Sul os investimentos executados pela Itaipu Binacional nos dois estados, a partir do ano de 2023, dentro do programa “Itaipu Mais Que Energia”, uma iniciativa que entende o papel da Itaipu muito além a da produção de energia.

Com o Itaipu Mais que Energia, a empresa oferece uma contribuição concreta à implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que compõe a Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, em 434 municípios (399 do Paraná e 35 do Mato Grosso do Sul), totalizando cerca de 11 milhões de pessoas e 200 mil km2 de área.

Convênio de Governança Participativa

O convênio assinado entre Itaipu e PTI tem o objetivo de promover, por meio da Educação Ambiental e da Cultura, o enraizamento dos conceitos e valores do Programa Itaipu Mais que Energia, fomentando a conexão e a integração com as políticas públicas do Governo Federal no território paranaense e na região sul do Mato Grosso do Sul. Com um aporte da Itaipu da ordem de R$ 70 milhões, o convênio está estruturado em três grandes eixos: Implementação da metodologia de gestão democrática, realização de processos formativos e realização de atividades culturais.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Alckmin vem a Curitiba para evento da Itaipu e defende reforma tributária: “Simplifica e reduz custos”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.