O acidente vascular cerebral sofrido pelo cantor Sidney Magal no mês passado o faz pensar em aposentadoria. Não por agora, já que ele quer voltar aos palcos ainda no segundo semestre deste ano, e sim num futuro que pode não ser tão distante.

“Tenho muita coisa a aproveitar pela frente, mesmo que não seja no palco”, diz. “Isso é uma coisa que me conforta também –chegar na hora da chamada aposentadoria do artista, né? Muita gente sofre com isso, mas eu não estou preparado para sofrer, não”, diz à Folha.

O cantor Sidney Magal – Foto: Julianna Torres/Divulgação

Leia a entrevista completa de Sidney Magal “Estou preparado para continuar vivendo muito bem, como sempre vivi –independentemente de estar no palco. Vou sentir falta do público, mas o público com certeza vai ter a lembrança eterna de quem é o Magal”, acrescenta.

O cantor sofreu um pequeno AVC em cima do palco, que o deixou internado por 11 dias. Agora ele está se recuperando do susto em São Paulo e revê uma vida de excessos que agora cobra seu preço.

“Os médicos disseram, ‘olha, vais ficar aqui mais uns dias porque com certeza o teu AVC foi em função da tua pressão [alta]”, ele diz. “E todo mundo sabe que eu entro no palco como se fosse um touro de rodeio. Abre o portão e eu entro feito um cavalo sem me preparar antes, sem me concentrar, sem medir uma pressão, sem fazer nada.”

Prestes a completar 73 anos, ele está orgulhoso de ser tema de uma exposição que estreia em São Paulo no dia de seu aniversário, na próxima segunda-feira (19). Magal estará presente na abertura da mostra, mas o retorno aos palcos ainda deve demorar até pelo menos agosto ou setembro.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Sidney Magal pensa em aposentadoria: ‘Tenho muito a aproveitar fora do palco’

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.