Alecrim, salsa, orégano, tomilho, manjericão, alho-poró. Esses são alguns dos ingredientes que devem aparecer nos petiscos do Comida di Buteco. Para a edição deste ano a organização desafiou os butecos participantes a criarem um petisco utilizando alguma erva ou especiaria. Os resultados foram diversos e deliciosos e estarão à disposição do público de 7 a 30 de abril pelo preço fixo de R$ 30.

comida di buteco
Divulgação

“Este ano, o Comida di Buteco trouxe um tema para desafiar a criatividade dos bares participantes. O tema escolhido faz parte da história da humanidade e dos caminhos da culinária ao redor do mundo. As ervas e especiarias são utilizadas nas cozinhas de todo o país, permitem apropriações regionais e possuem uma ampla variedade, permitindo que os butecos possam explorar e abusar da criatividade”, comenta Filipe Pereira, organizador do concurso.

Outra novidade do Comida di Buteco neste ano é a expansão para 4 novas cidades: Londrina e Maringá, no Paraná; e Blumenau e Joinville, em Santa Catarina. Com isso o concurso chega a 45 cidades brasileiras de Norte a Sul do País e mais de mil butecos participantes.

Comida di Buteco em Curitiba

Em Curitiba o Comida di Buteco chega à sua 8ª edição e acontece entre 07 à 30 de abril. Neste período o público poderá provar o petisco dos 31 bares concorrente e fazer a sua avaliação em quatro quesitos — atendimento, higiene, temperatura da bebida e o próprio petisco. O tira gosto leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma.

Ao mesmo tempo em que o público conhece e se delicia nos 31 concorrentes, um grupo de jurados visita os butecos e também dá a sua nota. Esse grupo é formado por chefs, amantes da gastronomia e do bom buteco, além de influenciadores. Ao final, a nota do público tem o peso de 50% e do júri também. É dessa média que saem os vencedores e também os desclassificados — os últimos colocados são convidados a descansar por um aninho e novos bares entram na disputa.

Após a escolha do melhor de cada cidade acontece a 2ª etapa: eleger o melhor dos melhores! Em junho, uma comissão de jurados escolhida especificadamente para essa missão vai visitar os campeões de cada cidade. Nessa etapa o público não participa dando nota. O vencedor leva a cidade e o buteco ao pódium da cozinha de raiz do Brasil.

Como surgiu?

Criado no ano 2000, em Belo Horizonte, o objetivo do projeto é instigar a criatividade e inovação dos bares e eleger o melhor boteco da cidade e também do Brasil. Os bares que participam são escolhidos a dedo e convidados para participar. Eles devem necessariamente ser estabelecimentos familiares, com o proprietário literalmente à frente do negócio e atrás do balcão no dia a dia. Esses critérios são essenciais porque o concurso tem o objetivo de ser uma plataforma de transformação social.

Em breve serão divulgadas a lista de bares participantes e petiscos. O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua causa, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas. Nenhum buteco paga absolutamente nada para participar.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Petiscos do Comida di Buteco 2023 terão tema criativo e preço fixo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.