O Shopping Mueller promove, até o fim de maio, uma das maiores exposições do ano para presentear Curitiba: a do pintor impressionista Claude Monet (1840 – 1926). Da passarela de acesso ao shopping – que foi toda decorada com flores -, até a área da exposição, os visitantes terão a oportunidade de mergulhar no universo do artista francês, conhecido também como o “jardineiro dos pincéis’’.

Monet era paisagista e retratava a natureza de forma única, colorindo suas telas ao ar livre. O evento reafirma o propósito do Mueller de investir em ações que consolidam o empreendimento como plataforma cultural.

exposicao-monet-shopping-mueller-curitiba-3
Foto: Divulgação.

A mostra oferece uma experiência sensorial que reúne arte, aromas e uma trilha sonora exclusiva desenvolvida especialmente para o projeto.

“A exposição começa já na passarela, com um cenário inspirado no famoso jardim da casa do pintor na cidade francesa de Giverny, retratado pelo artista em 1902. Uma verdadeira celebração da arte e da natureza e um convite para o público contemplar as criações de Monet no piso L4, no nosso espaço de eventos”

revela a gerente de marketing do Mueller, Cynthia Maia Batista.

Nos últimos 25 anos de vida, Monet entregou-se intensamente à pintura e criou inúmeras obras dedicadas ao seu jardim de Giverny. As pontes japonesas e a delicadeza das flores que ele cultivava estão retratadas na mostra.

exposicao-monet-shopping-mueller-curitiba-1
Foto: Divulgação.

O público poderá vivenciar as quatro estações do ano no jardim do artista. Inteiramente realizada pelo Shopping Mueller, desde a concepção, a mostra é aberta ao público e poderá ser visitada até o dia 31 de maio, no horário de funcionamento do shopping.

Monet nasceu de uma família de classe média e, diferente dos pintores da época, que trabalhavam em seus ateliês, ele apreciava pintar em meio à natureza. Transformava sombras em tonalidades diferentes, optando por não retratar apenas a escuridão delas na imagem. Outra característica marcante de suas obras são as pinceladas rápidas e soltas, resultando em contornos pouco nítidos e sombras mais luminosas. As cores primárias, por sua vez, eram justapostas, no lugar das misturas de cores.

exposicao-monet-shopping-mueller-curitiba-2
Foto: Divulgação.

Em 1874, pintou a tela “Impressão, sol nascente” e seu estilo próprio causou uma grande repercussão na época. A obra mostra o porto do Havre no meio de um nevoeiro e, quando exposta no estúdio do fotógrafo Nadar junto com outras de autoria de Degas, Renoir, Camille Pissarro, Cézanne, Sisley, Boudin e Berthe Morisot, chama a atenção do crítico de arte Louis Leroy, que usa o termo “impressionisme” pela primeira vez. Leroy não foi muito amável no seu comentário, classificando a mostra como um atentado às boas normas artísticas e um desrespeito aos mestres da época por retratar a “impressão” de uma cena e não a realidade.

O termo, que fora usado pejorativamente, se tornou corrente e Monet passou a ser considerado o chefe da Escola Impressionista, uma das mais importantes da história da pintura. Seu quadro encontra-se hoje no Museu Marmottan Monet, em Paris.

exposicao-monet-shopping-mueller-curitiba-4
Foto: Divulgação.

Serviço:

Exposição Claude Monet
Onde: Shopping Mueller (Piso L4) – Avenida Cândido de Abreu, 127 – Centro Cívico, Curitiba (PR)
Quando: até 31 de maio
Horários: De segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h
Entrada gratuita.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Shopping Mueller deixa passarela repleta de flores para exposição sensorial e gratuita de Monet; veja detalhes

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.