O Festival de Curitiba é um evento tradicional em nossa cidade. Com a nova curadoria da Mostra Lucia Camargo, o Festival apontará as principais tendências ao contemplar estreias nacionais, espetáculos premiados, peças internacionais, além de dança, circo, humor, música, oficinas, shows, performance e gastronomia.

A grande novidade deste ano é a Mostra Fringe que volta à programação do Festival de Curitiba toda reestruturada. O Fringe tem parte de sua programação gratuita, com mais de 280 espetáculos vindos de 12 estados do Brasil e de outros países.  Vale lembrar que é uma mostra que não passa pela curadoria do Festival. Nela, companhias de teatro, circo, música, dança e outras vertentes artísticas participam por meio de cadastro voluntário.

Foto: Divulgação

Apesar de faltarem alguns dias para o início das apresentações, alguns espetáculos do Festival de Curitiba já estão com os ingressos esgotados. É o caso de “Ficções”, com a atriz Vera Holtz, e de O que meu corpo nu te conta?”, montagem do Coletivo Impermanente, de São Paulo. Também existem poucos tickets para os shows do “Risorama” no dia 1º de abril. Em outras peças restam lugares apenas para uma das sessões. É o que acontece com “Eu tenho uma história que parece com a minha”, com assentos vagos apenas no dia 6 de abril. Para quem quer ver “Brenda Lee e o palácio das princesas”, a única opção é o dia 3 do próximo mês. Na bilheteria a procura ainda é intensa para os espetáculos “Intimidade indecente”, “Enquanto você voava, eu criava raízes” e “O grande dia”.

Ainda dá tempo de se programar! Os ingressos do Festival de Curitiba estão à venda pelo site oficial www.festivaldecuritiba.com.br e também na bilheteria fixa do Shopping Mueller no Piso L3.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Já sabe o que assistir no Festival de Curitiba? Corre, porque já tem espetáculo com ingressos esgotados!

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.