A próxima edição do Festival de Curitiba já está sendo preparada e promete trazer os espetáculos mais comentados do cenário das artes cênicas no Brasil e alguns destaques internacionais. Ao todo, mais de 350 atrações farão parte da programação, que é composta por mostras, eventos e produções culturais que farão da capital paranaense, durante o período  de 28 de março até 9 de abril, o principal celeiro das artes no Brasil.

Festival de Curitiba divulga spoiler de participações na Mostra Lucia Camargo na edição de 2023 (Créd. Divulgação)
Divulgação

A equipe de produção já trabalha na edição desde o ano passado e parte da grade de espetáculos já está definida. A nova curadoria da Mostra Lucia Camargo, que aponta as principais tendências, estreias e espetáculos de destaque no cenário do teatro nacional, composta pelo professor, dramaturgo e crítico teatral Patrick Pessoa, pela atriz, diretora e tradutora Giovana Soar, e, também, pela produtora, gestora cultural, curadora e pesquisadora de políticas culturais, Daniele Sampaio, deverá atrair milhares de pessoas nos teatros e espaços artísticos da cidade. E, para dar um gostinho para o público do que virá pela frente, a produção decidiu dar três “spoilers”, que foram divulgados nas redes sociais oficiais.

A primeira é a participação da atriz Vera Holtz, que, desde 1975, já atuou em mais de 55 espetáculos de teatro, mais de 40 novelas e 28 filmes. Além de atriz, Vera é diretora de teatro e já foi indicada e contemplada por mais de 20 prêmios nacionais, entre eles o Prêmio Shell, Prêmio Mambembe, Prêmio Extra e Melhores do Ano da Rede Globo.

Além disso, a produção do Festival de Curitiba anunciou a participação do Grupo Corpo, famosa companhia de dança contemporânea mineira, de renome internacional, que desde o seu primeiro espetáculo “Maria Maria”, com músicas de Milton Nascimento, em 1976, já apresentou mais de 38 montagens no país. A companhia também foi residente na Maison de la Danse, em Lyon, na França, entre 1995 e 1999.

Já entre os espetáculos, o Festival de Curitiba já adiantou a participação da peça musicalizada “O Bem Amado”, da Velloni Produções Artísticas, de São Paulo, que tem letras e musicas de Zeca Baleiro e Newston Moreno, com direção musical de Marco França. Escrita em 1962, “Odorico, o Bem Amado, ou Os Mistérios do Amor e da Morte” é considerada um clássico do teatro moderno brasileiro e ficou bastante conhecida pelo grande público ao ser adaptada na primeira telanovela exibida em cores no Brasil e a ser exportada.

“Decidimos adiantar algumas das novidades da edição do Festival de Curitiba este ano, para o público ter um gostinho do que virá pela frente. Podemos dizer que teremos vários espetáculos premiados, aclamados pela crítica e de diferentes gêneros. Com certeza será uma grande festa do teatro brasileiro. Convidamos todos a acompanharem as redes sociais do Festival de Curitiba, pois, no decorrer dos dias, teremos mais spoilers para o público”, explica Daniela Zaha, diretora de comunicação do Festival de Curitiba.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Alerta de Spoiler! Festival de Curitiba divulga atriz e espetáculo que estarão na edição 2023

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.