Começa nesta quarta-feira (31) uma série de recitais e concertos programados pela Prefeitura de Curitiba para celebrar os 200 anos da Independência do Brasil. Uma programação para os próximos dias foi planejada, com atividades gratuitas.

A estreia, nesta quarta-feira, será às 19h, na Capela dos Fundadores, no Memorial de Curitiba. O recital será com o tenor Vitorio Scarpi e com o pianista Thiago Plaça Teixeira. No programa, entre outros compositores, estão Carlos Gomes e Heitor Villa-Lobos.

Tenor Vitorio Scarpi abre série de concertos pelos 200 Anos da Independência na Capela dos Fundadores, no Memorial de Curitiba. Foto: Divulgação.

A Capela dos Fundadores, espaço que abriga os altares retábulos da antiga Matriz de Curitiba, ornamentado com pinturas do artista plástico Sérgio Ferro, será o palco de outros dois concertos com músicas do período colonial, do Brasil Império até o início do século 20. Eles serão realizados nos dias 1º e 6 de setembro, às 19h, pelo Ensemble Música Barroca Curitiba.

A Camerata Antiqua de Curitiba também fará um concerto comemorativo do bicentenário da independência, com apresentações nos dias 2 e 3 de setembro, na Capela Santa Maria Espaço Cultural.

Os concertos integram a programação comemorativa dos 200 anos da Independência do Brasil, que a Prefeitura e a Fundação Cultural de Curitiba promovem em toda a cidade, unindo arte, cultura, educação e história. Nesta quarta, além do recital de canto e piano, acontece também a encenação do Auto da Independência na Rua da Cidadania Boa Vista (10h30). Até a próxima semana, o auto será encenado em todas as regionais da cidade. 

Abertura das comemorações será na Capela dos Fundadores, no Memorial de Curitiba. Foto: Lucilia Guimarães/SMCS.

Duo de tenor e piano

No programa desta quarta-feira, o duo formado pelo premiado cantor lírico curitibano Vitorio Scarpi e pelo também premiado pianista Thiago Teixeira apresentará temas da ópera O Guarany, de Carlos Gomes, e obras de Alberto Nepomuceno, Heitor Villa-Lobos, Francisco Mignone, Claudio Santoro e Ernani Braga, todos compositores da música clássica brasileira produzida nos séculos 19 e 20.

Scarpi coleciona em seu currículo diversos títulos e premiações dos maiores concursos de canto do Brasil e do exterior. Foi o melhor tenor do concurso brasileiro de canto Maria Callas, o primeiro lugar geral do concurso internacional de canto lírico Galina Pysarensko, na cidade de Novyi Horod, na Rússia, e vencedor do concurso de canto lírico da cidade de San Luis Potosí, no México. 

O pianista Thiago Teixeira foi premiado em concursos de piano e atuou com diversos instrumentistas, cantores e coros em concertos, óperas e festivais. Trabalhou em instituições de ensino superior no Paraná ministrando disciplinas teóricas e práticas. Atua como pianista correpetidor e é professor colaborador na Unespar.

Música barroca

O Ensemble Música Barroca Curitiba, com direção artística de Matheus Prust, fará duas apresentações na Capela dos Fundadores com formação e programas diferentes.

O primeiro concerto, no dia 1º de setembro, às 19h, terá duas composições de D. Pedro I: o Hino da Independência, com letra de Evaristo da Veiga, e a Marcha Imperial, do padre José Maurício Nunes Garcia (1767-1830). O grupo formado por Prust (violino), Paulo Hübner (violino), Thomas Jucksch (violoncelo), Roger Burmester (guitarra barroca), Sidney Gomes (tenor), além de um orador, Walter Lima Torres.

O outro concerto do grupo, no dia 6 de setembro, reúne o contratenor Paulo Mestre, o tenor Sidney Gomes, o violinista Matheus Prust, a flautista Zélia Brandão (traverso) e o violonista Roger Burmester (guitarra barroca). O grupo apresentará canções, modinhas e lundus do período colonial brasileiro.

O ensemble Música Barroca Curitiba é especializado na pesquisa e interpretação da música dos séculos 17 e 18. Sediado em Curitiba, homenageia a capital paranaense, reunindo intérpretes da música antiga de diversas partes do país e do mundo. 

O grupo tem um enfoque no repertório pouco explorado na atualidade, o que tem permitido ao público conhecer obras ainda inéditas.

Capela Santa Maria também vai receber apresentações. Foto: Arquivo/Daniel Castellano/SMCS.

Camerata

Com regência de Ricardo Kanji, as apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba na Capela Santa Maria terão o Hino da Independência, com música de D. Pedro, e o Hino Nacional Brasileiro, de Francisco Manoel da Silva e Joaquim Osório Duque-Estrada. Completam o programa obras de autoria de José Maurício Nunes Garcia.

Serviço: Concertos dos 200 Anos da Independência

Capela dos Fundadores – Memorial de Curitiba (R. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco)
Dia 31/8, às 19h – Duo de Canto e Piano com Vitorio Scarpi e Thiago Plaça Teixeira
Dia 1º/9, às 19h – Ensemble Música Barroca Curitiba
Dia 6/9, às 19h – Ensemble Música Barroca Curitiba
Gratuito

Capela Santa Maria – Espaço Cultural (R. Conselheiro Laurindo, 279 – Centro)
Dia 2, às 20h, e dia 3, às 18h30 – Camerata Antiqua de Curitiba, regência de Ricardo Kanji
Ingressos: R$ 35 e R$ 17,50 pelo site Minha Entrada.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Série de concertos pelos 200 anos da Independência começa nesta quarta-feira, em Curitiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.