Já assistiu a um espetáculo de dança com música ao vivo? Essa experiência sem igual estará disponível para o público curitibano de todas as idades de 8 a 12 de outubro, com a estreia de “Lendas Brasileiras”. O espetáculo do Balé Teatro Guaíra (BTG) junto à Orquestra Sinfônica do Paraná faz uma releitura do folclore brasileiro por meio de contação de história, com o uso de bonecos e figurinos lúdicos e muita imaginação.

lendas brasileiras - 1 - maringas maciel
Divulgação

“Faz tempo que tínhamos o desejo de produzir uma obra infantil, e descobrimos uma grande riqueza no universo lendário brasileiro”, conta o coreógrafo e diretor do Balé Teatro Guaíra, Luiz Fernando Bongiovanni. “Queremos sair um pouco do realismo e entrar no universo do sonho, com bonecos maravilhosos e perucas coloridas para retratar personagens como o Boto Cor de Rosa, a Onça, o Caipora, entre outros.”

De toda a diversidade de contos orais da tradição brasileira, foram selecionados “A Mula Sem Cabeça”, “Vitória-Régia”, “Caipora”, “Boto Cor-de-Rosa” e “Boitatá”. Trechos dessas narrativas foram vestidos com a riqueza estética das pinturas de Anita Malfatti, com texto e dramaturgia assinados pelo diretor teatral e autor Edson Bueno. As cinco histórias ganham narração do premiado ator Ranieri Gonzalez, num resultado inigualável, com cenografia, bonecos e figurinos de Ricardo Garanhani. “Não se trata de contar lendas do início ao fim, e sim trazer para a cena o que está nas entrelinhas”, explica Bongiovanni.

OSP traz trilha musical inédita ao espetáculo

A trilha sonora de “Lendas Brasileiras” foi criada pelo renomado compositor Alexandre Guerra, a convite de Bongiovanni, e será executada pela Orquestra Sinfônica do Paraná, sob a regência do maestro José Soares. “Não é muito comum os balés contarem com trilha inédita e contemporânea, por isso fiquei muito feliz em convidar esse grande artista de carreira internacional, que volta ao Brasil para algo com sabor essencialmente brasileiro.”

Dançar com música ao vivo é uma tradição do BTG, a exemplo do sucesso “Romeu e Julieta”, sempre realizado ao som da Orquestra Sinfônica. Além desse, Bongiovanni já coreografou para o grupo paranaense obras como “Caixa de Cores”, “Carmen” e “O Lago dos Cisnes”.

A experiência multilinguagens também será levada a crianças do ensino público e de escolas especiais, com apresentações didáticas, acessíveis em libras e audiodescrição. “Para algumas crianças, esse será o primeiro contato com o folclore brasileiro, pois nos últimos tempos ele tem perdido espaço para tradições de outros países”, lamenta Bongiovanni.

Ao longo de toda a programação de 2022, o BTG celebra duas datas fundamentais para a identidade da cultura nacional: o Bicentenário da Independência e o Centenário da Semana de Arte Moderna, que permeiam as escolhas de repertório.

Lendas Brasileiras é realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Tem como instituição beneficiada, o Hospital Pequeno Príncipe e o patrocínio de: Aldo Solar, Distribuidora Nova Geração, Novaquest, Embrart Embalagens, Metisa, Reivax, Dicomp, Grupo Pegoraro, ALT Telecom, Petslife Produtos Veterinários, Transportes Treméa e Grupo Bacarin. A realização é da ABABTG, do Centro Cultural Teatro Guaíra, da Secretaria Especial da Cultura e do Ministério do Turismo.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná estreiam espetáculo para crianças

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.