Para resgatar a história do Jornal Nicolau, alunos do curso de jornalismo da Uninter produziram um documentário contando como foi a construção desse veículo para seus idealizadores, autores, artistas plásticos e, claro, para o leitor.

Identidade cultural paranaense

Em 1987 surgiu em Curitiba um jornal que foi reconhecido como um ícone cultural no universo das letras no Brasil, e ajudou na construção da identidade cultural do Paraná. O Jornal Nicolau teve 60 edições e foi publicado durante 10 anos com exemplares mensais.

Com um projeto gráfico de alta qualidade e inovador, o Nicolau se destacou pela diversidade dos temas abordados, com espaço para produções literárias, reportagens e artigos de opinião, tendo entre seus colaboradores nomes como Paulo Leminski, Dalton Trevisan, Helena Kolody, além de jornalistas, advogados, médicos e políticos da época.

No editorial do primeiro volume, Wilson Bueno dizia que a publicação não pretendia estar a serviço de tendências, grupos, escolas, facções, “mesmo porque tal postura alienaria, de um projeto aberto e democrático, a significativa contribuição de parcelas ponderáveis da ‘intelligentsia’ nacional”.

O Nicolau foi idealizado por nomes como Josely Vianna Baptista, Adélia Maria Lopes, Wilson Bueno e Luiz Antônio Guinski e produzido pela Secretaria de Estado da Cultura do Paraná. Em 2014, o jornal ganhou uma reedição fac-similar que foi distribuída nas Bibliotecas Públicas do estado e instituições culturais do país. Além disso, também está disponível na versão digital no site da Biblioteca Pública do Paraná.

Veja o documentário