Depois de receberem denúncias sobre o estado de saúde de uma égua, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) e a ONG S.O.S Quatro Patas correram contra o tempo para tentar salvar o animal que apresenta um elevado grau de desnutrição. Em uma transmissão ao vivo pelo Facebook, feita na noite desta segunda-feira (9), no bairro Portão, em Curitiba, o delegado Matheus Laiola mostrou as condições do equino.

“Recebemos a denúncia hoje à tarde junto de alguns vídeos. Quando vi, acreditei que ela já estava morta. Pedi para o denunciante vir até aqui de novo e ele viu que ela ainda estava respirando e se mexendo. Em seguida, entrei em contato com o delegado Matheus Loiola e viemos para cá”, explicou Pamela Godk, da S.O.S Quatro Patas.

Foto: Colaboração

Nas imagens transmitidas pela página de Facebook do delegado da DPMA, a veterinária Karla Ribeiro aparece dando soro ao animal, que se debatia bastante durante o tratamento. Segundo Laiola, o estado de saúde é grave e a égua estaria no chão desde o último domingo (8).

“Ela já está bem idosa, tem entre 17 e 18 anos. Apresenta um quadro de caquexia extrema e mucosas bem hipocoradas, o que já caracteriza uma anemia”, disse Karla no vídeo.

Em outras palavras, conforme as descrições da veterinária, o animal teve bastante perda de peso,  apresenta falta de massa muscular, fraqueza e possui forte quadro de desnutrição. Já as mucosas têm relação com a palidez na parte interna dos olhos e nas gengivas, por exemplo.

Foto: Reprodução

Sobre o estado de saúde da égua, a veterinária destacou que possuem pouco tempo para colocá-la em pé: “Quando um equino se deita, temos pouco tempo para levantá-lo. Como ela está caída há bastante tempo, o quadro dela é grave. Com o soro, estamos tentando hidratá-la para fortalecer o corpo e conseguirmos colocá-la em pé”.

O delegado Matheus Loiola ainda afirmou que naquele terreno, que é bastante extenso, há outros cavalos, e que o próximo passo é resgatar todos os animais.

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente investiga o caso.

Veja também: 

Contato

Quem quiser pedir o resgate dos cavalos abandonados no terreno, pode entrar em contato com a S.O.S Quatro Patas através do número (41) 9 8729-2170. Denúncias sobre animais abandonados e em situação de maus-tratos podem ser feitas à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.