Pedestres que passam pela calçada nas proximidades de um ponto de ônibus, na avenida Iguaçu, no bairro Aguá Verde, em Curitiba, nesta terça-feira (10), estão sofrendo com a sujeira e o mau cheiro provocados por um vazamento do sistema de esgoto no local. O problema teria surgido há aproximadamente 10 dias e começado depois do início de obras da Sanepar na região.

(Foto: Neto Rodrigues)

Sérgio Aparecido Teixeira Dias, 51 anos, dono de um estabelecimento na região, conta que a companhia de saneamento fez reparos no vazamento no dia 1 de setembro, mas dois dias depois o problema retornou. “Dia primeiro eles vieram aqui arrumar, mas dois dias depois voltou a vazar de novo. Liguei lá reclamando, mas estão falando que o problema é o pessoal mexendo no esgoto lá embaixo, mas esse pessoal diz que não são eles. Não sei de onde está vindo essa água”, disse Dias.

O síndico de um prédio próximo do loca, Hélio Paula e Silva, de 70 anos, pede que a Sanepar seja responsabilizada pelos estragos. “A Sanepar só sabe cobrar e não fazem nada. É a quarta ou quinta vez que acontece isso aqui e eles não resolvem. Não estamos mais aguentado e acho que a companhia deveria ser responsabilizada”, reclamou o síndico.

A auxiliar administrativa Cibele Leal, de 21 anos, que estava no ponto de ônibus afetado pelos vazamentos, conta que conversava com uma senhora que havia ligado durante todo o dia para a Sanepar, mas não conseguiu com que a empresa resolvesse a situação. “A senhora estava tentando passar aqui e não conseguiu, preciso dar a volta, porque a situação dessa calçada está inaceitável. Ela disse que ficou o dia inteiro tentando ligar para a Sanepar, mas parece que eles não se importam e até o momento nada de eles virem aqui arrumar isso”, relatou Cibele.

Após a reportagem entrar em contato com a Sanepar informando sobre o problema, no início da noite desta terça-feira, a empresa enviou uma equipe até o local para verificar a situação e tomar as devidas providências.