Um jovem de 25 anos morreu atropelado na manhã desta segunda-feira (5), na Avenida Comendador Franco, conhecida como Avenida das Torres, no limite do Prado Velho com o Jardim Botânico, em Curitiba. Ele não carregava documentos e testemunhas disseram que era um morador da região. O motorista da van, que atropelou o jovem, é servidor público de uma prefeitura do interior do Estado e parou na hora para prestar socorro.

 

Motorista da van parou para prestar socorro. Foto: Banda B/DM

 

O acidente aconteceu próximo ao acesso da rua Guabirotuba, por volta das 10 horas. O motorista da van, de 40 anos, disse que tentou frear, mas não conseguiu. “Eu sai da rua Guabirotuba e estava acessando aqui, quando olhei no retrovisor e voltei o olho na pista, aconteceu. Eu não percebi se ele tropeçou ou se jogou, mas ele caiu na pista. Não deu tempo de nada. Eu estava devagar porque estava acessando aqui, mas pegou na frente da van e acho que até o pneu passou por cima, foi tudo tão rápido”, lamentou.

O motorista da van parou assim que atropelou o jovem e acionou ambulâncias do Corpo de Bombeiros. “Na hora, só pensei em descer para ajudar”, disse. Ele é servidor público da Prefeitura de Curiúva, a cerca de 300 km da capital.

 

Jovem morreu na hora. Foto: Colaboração

 

Uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foi acionada, mas o jovem não resistiu. O sargento Edmilson disse que ele teve múltiplas fraturas. “Ele estava inconsciente, iniciamos os procedimentos, mas sem sucesso. A vítima entrou em óbito. Tinham várias lesões, tórax, cabeça”, finalizou.

IML

O corpo do jovem foi recolhido ao Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba, onde passará por exames papiloscópicos dos profissionais do Instituto de Identificação.