A vaca literalmente foi para o brejo. Bombeiros foram acionados para resgatar uma vaca, chamada “Pipoca”, que caiu em um fosso com profundidade de aproximadamente três metros, na manhã deste sábado (14), no bairro Ganchinho, em Curitiba. Para retirar o animal do local, um trator foi utilizado (assista abaixo). Essa é a segunda fez que a vaca sofre com a mesma situação.

“O proprietário não conseguiu tirá-la sozinho e solicitou nosso apoio. Chegando lá, vimos que o animal já estava exausto, a água era bem fria e a vaca estava começando a se afogar”, descreveu o tenente J. Lopes, do 1º Grupamento do Corpo de Bombeiros.

 

 

Trata-se de uma edificação abandonada em uma área rural onde o animal caiu e ficou preso. Inicialmente, Pipoca teve de ser sustentada por madeiras e cordas para não correr o risco de ficar submersa. Vizinhos da região também se mobilizaram para ajudar no resgate.

“O primeiro plano de intervenção com nossos recursos seria fazer o resgate com cordas e polias, mas o proprietário conseguiu um trator com o vizinho para fazer a escavação e o resgate foi bem mais rápido e menos traumático para o animal”, explicou Lopes.

Realizada a escavação do barranco, o muro foi derrubado para fazer o escoamento da água e, enfim, a vaca foi retirada do local.

Danilo Tiburski, o tutor da Pipoca, disse durante entrevista à Banda B que ela estava se alimentando quando o acidente aconteceu, por volta das 7h: “Ela tava pastando, foi passar por uma cerca para ver o bezerro dela, escorregou e caiu”.

E disse também que a vaca é travessa. “Ela já tinha se atolado em outro lugar, é bem arteira e gosta de passear”, acrescentou.

O tenente relatou o sentimento de participar de ações de resgate de animais. “É gratificante, ainda mais quando se trata de um ser vivo que envolve afetividade. Essa vaca serve como sustento da família”, concluiu.

Peppa e os cães

Segundo o tenente Jota, Tiburski e o vizinho cuidam de 120 cães na propriedade. O tutor da Pipoca explicou sobre a dificuldade de manter todos esses animais. “Algumas pessoas trazem ração, mas tem dias que não tem. Se alguém quiser ajudar, é muito bem-vindo”, disse.

 

 

Além da vaca, a porca Peppa também é cuidada pela dupla. Ela pesa 100 kg.

 

Foto: Colaboração

Contato

Para ajudá-los com o cuidado dos animais, entre em contato com o Ney, através do telefone: (41) 9 9989-8388.