Casa desorganizada, vida bagunçada. Não tem jeito. Se você chega em casa e não tem nada no lugar, não consegue achar aquela blusa que tanto quer, não aguenta mais tropeçar naqueles sapatos no meio da sala e, se a visita chega, tem que jogar tudo dentro de um cômodo pra não passar vergonha, temos uma boa notícia. Há ajuda profissional para colocar as coisas em ordem e socorrer os bagunceiros “de carteirinha” ou então para ajudar aquela pessoa que vai se mudar e não tem tempo para colocar em ordem dezenas de caixas. Estamos falando dos especialistas em organização ou, como preferem ser chamados, personal organizers.

Val Fagundes (branco) e sua equipe

São profissionais que avaliam o que a pessoa precisa, qual a rotina da casa, do ambiente, identificam o que deve ser resolvido e coloca tudo em ordem. Com um detalhe importante: além de arrumar, uma personal organize também apresenta soluções definitivas para a bagunça não voltar mais.

Val Fagundes montou a empresa Val & Cia Organização de Ambientes há quatro anos. Com uma equipe de até quatro pessoas, ela explica que que o serviço de organização que oferece vai além de arrumar o guarda-roupa. “Muita gente pensa que apenas arrumamos roupeiros, mas esta é uma das nossas funções. Quando entramos numa casa, colocamos em ordem todos os cômodos, da lavanderia até a suíte, passando pela sala, cozinha e tudo mais. E, sem exceção, todos os clientes ficam maravilhados com a mudança”, conta.

É o caso da jornalista Clara Donegal. Trabalhando o dia todo, ela contratou a equipe da Val para abrir cerca de 80 caixas na mudança de um apartamento para um sobrado. Em um dia, a equipe de personal colocou todos os cômodos em ordem, com uma arrumação que deixou Mariane de ‘boca aberta’.

“Conversamos bastante antes da chegada da mudança, que estava num guarda-móveis. Expliquei mais ou menos o que queria e, no dia que as caixas chegaram na casa nova, saí de lá cedo com tudo absolutamente bagunçado e cheguei no fim do dia com tudo no lugar. Até os panos da lavanderia estavam dobrados, as ferramentas do meu marido no lugar, cada peça de roupa num lugar específico, com lógica nas cores, nos modelos… fiquei sem fôlego com tanta arrumação”, conta Clara, satisfeita.

Cuidado na hora de escolher

A profissão Personal Organizer iniciou nos Estados Unidos, há uns 30 anos, para atender americanos que consomem muito, e veio para o Brasil por volta de 2009. Aqui ficou conhecida como ‘organizadora profissional’ ou ‘personal organizer’, alguém que indica algo personalizado e adequado a uma pessoa específica.

Um profissional sério passa por cursos para poder prestar um serviço de qualidade. “Para oferecer um trabalho de qualidade é preciso se especializar e treinar toda a equipe. Sou muito exigente e para deixar o cliente satisfeito só mesmo com muito trabalho e dedicação. Não existe nada mais ou menos arrumado. Tudo tem que ficar perfeito”, explica Val Fagundes.

Quanto custa?

E quanto custa o trabalho de um personal organizer? Val diz que não há uma tabela de preço. Tudo depende das características do que vai ser organizado.

“Além de casas, organizamos também escritórios, lojas, tudo que precisa ficar funcional. Cada serviço tem uma característica e não um valor específico. O que posso adiantar é que personal não deve cobrar por hora. O correto é estabelecer um preço por cômodo ou por toda a casa. Um bom profissional só deixa um ambiente quando tudo estiver perfeito e arrumado”, completa.

Confira fotos do antes:

Confira as fotos do depois: