Trilhas Literárias trará encontros com escritores, gincanas, e outras formas de mediação de leitura, com foco na leitura e na literatura, a partir do dia 14 de dezembro

Incentivar o hábito da leitura e oportunizar o acesso ao livro é o que promete o projeto Trilhas Literárias que inicia neste sábado, 14, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O Bosque Bordignon, local escolhido para abrigar a iniciativa, será transformado em um espaço de contação de histórias, mediação de leitura e acesso a um acervo literário diversificado.

Uma das idealizadoras do projeto, a bibliotecária Elaine Biss, fala sobre a alegria e a satisfação em poder oferecer à comunidade tantas oportunidades de incentivo à leitura. “Certamente serão momentos inesquecíveis com muitas histórias, encontros, brincadeiras e emoções. Pinhais e sua comunidade merecem receber um projeto pensado com tanto amor e responsabilidade como o Trilhas Literárias”, relata Elaine.

É por meio do acesso à informação que os indivíduos ganham a capacidade de analisar, interpretar e ressignificar o mundo e a sociedade, acima de tudo são capazes de fazer reflexões que levam à mudança no contexto íntimo e pessoal do ser humano.

Assim, a leitura é ferramenta permanente e indispensável à formação intelectual de todo indivíduo, uma vez que garante sua prática cidadã. E é com esse objetivo que o projeto Trilhas Literárias começa sua história, oferecendo para crianças e jovens a oportunidade de conhecer um mundo novo por meio da leitura.

Para o bibliotecário Luis Armando Andreoli, também responsável pelo projeto, é gratificante poder oportunizar esse acesso. “Oferecer tudo que existe de melhor na área do livro e leitura, por meio de contação de histórias, mediação de leitura, gincanas e encontros com escritores. E o melhor, tudo num dia só e em um lugar que respira natureza, como é o Bosque Bordignon”, conta.

O projeto aprovado pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Paraná – PROFICE, do Governo do Estado do Paraná, conta com o apoio e incentivo fiscal da empresa Copel, e será realizado um sábado por mês, até julho de 2020. Dentre as atividades propostas estão encontros com escritores, gincanas literárias, mediações de leitura e outras formas de animação, sempre focando o livro, a leitura e a literatura.

Encontros

Finalista do Prêmio Jabuti 2019 com Segredos de uma vida no museu, Ana Rapha Nunes publicou seu primeiro livro, A lua que eu te dei, em fins de 2015. Duas primaveras depois, começou a se dedicar integralmente ao universo literário, visitando escolas situadas em diferentes regiões do Brasil, difundindo sua obra junto a crianças e adolescentes. Hoje a autora tem 9 obras publicadas.

Serviço

Primeira edição do projeto Trilhas Literárias
Dia 14 de dezembro, das 9h às 17h, no Bosque Bordignon. Endereço: Rua Enedina Israel da Rosa, s/n Alto Tarumã, Pinhais-PR. Mais informações: (41) 98408-5139.

As contações de história serão às 9h, 11h, 13h e 15h, com duração de 40 minutos. Já as mediações de leitura serão às 10h, 11h, 14h e às 16h, com duração de 50 minutos. E as gincanas literárias serão realizadas às 11h e às 15h, com duração de 1h.