O Corpo de Bombeiros encontrou, na tarde deste domingo (1º), o corpo de dois dos três irmãos que se afogaram no Rio Paraná na tarde de sábado (30). O corpo de um homem, de 47 anos, já havia sido localizado na manhã deste domingo.

Agora, os bombeiros procuram por uma menina de 13 anos, irmã gêmea de duas vítimas. Os trigêmeos estavam com a família e amigos numa embarcação no Rio Paraná, quando decidiram parar num banco de areia, uma espécie de prainha, no meio do rio, na divisa do Paraná com Mato Grosso do Sul. Eles acabaram caindo na água.

Um rapaz conseguiu pedir socorro. Ele é filho do homem que morreu afogado.

Trigêmeos caíram do barco no Rio Paraná – Foto: Divulgação Portal Umuarama

As buscas continuaram durante todo o dia, mas conduzidas pelos bombeiros de Mundo Novo, Mato Grosso do Sul. No m da tarde, os corpos de dois irmãos, Bruno e Giovani, foram encontrados. As buscas continuam para localizar a irmã deles, Bianca.

A família é de Alto Piquiri e estava visitando Guaíra, num evento de uma igreja. As buscas começaram ainda
no sábado, conduzidas pelo Corpo de Bombeiros de Guaíra, com apoio do Exército e da Polícia Federal, explica o sargento Jeferson Henrique de Lima.

Ouça a entrevista completa do GMC Online clicando AQUI

A localização dos corpos dos irmãos foi confirmada pelos bombeiros de Mundo Novo, Mato Grosso do Sul.

Segundo os bombeiros, os bancos de areia são perigosos porque o rio leva a areia fazendo com que a pessoa afunde rapidamente num local onde a profundidade é de cinco metros ou mais.