O ‘Dia Internacional da Mulher’ foi bastante especial para as trabalhadoras da categoria de asseio e conservação. As profissionais foram clicadas em uma sessão de fotos que quer elevar a autoestima e mostrar a beleza dessas mulheres por trás dos seus uniformes. Participaram da sessão – porteira, gari, coletora, servente, especialista em limpeza de vidros em altura, copeira, entre outras denominações. A ação é promovida pelo Sindicato dos Empregados de Empresas em Asseio e Conservação (Siemaco).

O resultado da sessão foi exposto na manhã desta sexta-feira (8) e causou surpresa e satisfação entre as participantes. Há 7 anos fazendo o trabalho de varrição, Valéria Ribeiro de Lima disse à Banda B que adorou um ‘dia de top model’.  “Ser convidada já foi uma surpresa e uma felicidade imensa. Fiquei ansiosa, mas muito a vontade, os profissionais são excelentes, foi maravilhoso. Está sendo, ainda. Olha como a gente ficou? Nossa auto estima fica elevada, dá um friozinho na barriga. Essa sou eu”, comemora ela.

A supervisora de equipe de higienização hospitalar, Carla Barbosa dos Santos, garantiu que a experiência foi boa e que toda mulher tem uma beleza própria. “Não tínhamos ideia desse lindo resultado, estão todas lindas. São elas representando tantas outras nessa divulgação do dia a dia delas. Foi uma experiência linda, depois dessas fotos queremos ser Gisele Bündchen todos os dias”, brinca ela. “Infelizmente, não conseguimos sair sempre maquiadas, mas todas as mulheres têm uma beleza própria”,

Todos os anos, o Siemaco promove eventos e um dia diferenciado para as mulheres nessa data. “Procuramos valorizar as nossas mulheres que trabalham aqui. A nossa categoria é formada por 70% de mulheres, muitas invisíveis no dia a dia nas pessoas, que não ganham um ‘bom dia, boa tarde’, essas mulheres que são vistas apenas como um posto de trabalho, um espaço limpo. Nós queremos mostrar que essas mulheres precisam ser mais valorizadas, onde muitas são mães e pais dentro de casa, levando sustento para os seus filhos”, diz o presidente do Siemaco, Manassés de Oliveira. “Hoje é apenas uma data de reflexão, mas queremos que elas sejam vistas e valorizadas por todos durante todos os momentos. Buscamos escolher bons profissionais para que o resultado fosse muito bom para elas e para todos nós”, conclui.

O fotógrafo que clicou as profissionais, Sérgio Rubens Sossella Filho, relembrou a timidez das trabalhadoras durante a sessão. “Elas estavam receosas. A sessão foi em dois dias, o primeiro aconteceu com elas trabalhando, um pouco inseguras, tímidas. Depois, no estúdio, realmente elas se sentiram emponderadas, se sentiram belas, respeitadas, foi muito legal. Tinham mulheres que nunca tinham passado por isso, elas se entregaram, acreditaram no trabalho”, finalizou.

Quem quiser conferir a exposição, basta ir até a sede do Siemaco, na rua Duque de Caxias, 191 – São Francisco.