Um tremor de terra assustou moradores do município de Rio Branco do Sul, região metropolitana de Curitiba, na madrugada desta terça-feira. Por volta das 3h30 da manhã, várias pessoas relataram terem percebido fortes vibrações no solo. É a terceira vez, em menos de um mês, que a cidade sofre com ocorrências deste tipo.

Foto: Divulgação

 

Segundo contou à Banda B o estudante Jefferson Luis, morador do bairro Papanduva, o tremor foi intenso e em um primeiro momento ele achou que se tratava de uma dinamite. “Eu estava assistindo um filme e do nada escutei um barulho. Quando vi estava tremendo toda a casa e meu coração disparou. Achei que tinham jogado uma dinamite dentro da minha casa, pois foi muito forte. Vizinhos já saíram pra rua, depois entrei no Facebook e vi que de fato se tratava de um terremoto”, contou ainda assustado o estudante.

O secretário de Defesa Civil de Rio Branco do Sul, Júlio César de Paula, contou que já foi feito contato com o setor de geologia de UFPR e que semana que vem técnicos virão para avaliar a situação. “Ainda não sabemos a origem dos tremores, se naturais ou provocadas por explosões nas pedreiras que existem no em torno da cidade. O parecer técnico irá direcionar ações de prevenção à vida da Defesa Civil”, afirmou o secretário.

O primeiro tremor desta sequência foi na madrugada do dia 23 de abril, já na terça-feira dia 7 de maio, dois abalos foram sentidos pelos moradores. O primeiro perto das 20h e o segundo uma hora e meia depois. O episódio desta madrugada foi o terceiro terremoto relatado pelos habitantes da região.