A morte da técnica de enfermagem Marilete Santanna por complicações da Covid-19, em Curitiba, gerou uma grande comoção. Conforme a família, a vítima tinha 56 anos e trabalhava na linha de frente de combate à doença, na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Boqueirão.

A técnica estava internada deste o dia 24 de novembro por causa de um acidente de trânsito, porém, no dia 7 de dezembro, foi diagnosticada com Covid-19. Seu estado de saúde se agravou e foi levada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na ala Covid-19 do hospital, Mariele não resistiu e morreu na sexta-feira (25).

Foto: Reprodução

Os familiares informaram que a causa da morte foi apontada como síndrome respiratória aguda pela Covid-19. Marilete trabalhou no enfrentamento do novo coronavírus desde o começo da pandemia.

A Prefeitura de Curitiba lamentou a morte da funcionária. Mais de 11 mil trabalhadores da saúde foram diagnosticados com coronavírus no Paraná, segundo o Conselho Regional de Enfermagem do Paraná (Coren).

De acordo com o a Secretaria Estadual da Saúde (SESA), já foram registradas mais de18.027 notificações de trabalhadores da área infectados. Trinta e nove mortes foram contabilizadas. O número de contratações de especialistas não consegue acompanhar as baixas causadas pela doença.

Para mais informações, acesse o portal TNOnline clicando aqui.