Da PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu nesta quinta-feira (3), em Ponta Grossa, um homem apontado como autor da morte do padrasto, ocorrida no último fim de semana em Maringá. A prisão ocorreu na BR-376.

Foto: Divulgação PRF

Inicialmente, os agentes da PRF encontraram um veículo Chevrolet Corsa Sedan abandonado, nas imediações do quilômetro 509 da rodovia. O carro tinha alerta de roubo, registrado na última terça-feira (1) em Sarandi.

Minutos depois, a cerca de três quilômetro de onde o veículo foi apreendido, os policiais rodoviários federais abordaram um homem de 25 anos de idade que perambulava às margens da BR-376.

Contra o homem havia dois mandados de prisão aguardando cumprimento. Ex-presidiário, ele cumpria pena no regime semiaberto, mas rompeu a tornozeleira eletrônica.

Após a abordagem, a equipe da PRF acabou por descobrir que o homem também é apontado como o principal suspeito da morte de um comerciante de Maringá, ocorrida na madrugada de sábado (29).

Cícero Batista Brás, 51 anos, foi morto com um tiro na cabeça. O corpo foi encontrado dentro de um carro, totalmente carbonizado.

A própria mãe do suspeito confirmou à polícia que o crime foi cometido pelo filho, após supostos desentendimentos familiares.

A PRF encaminhou a ocorrência para a 13ª Subdivisão da Polícia Civil em Ponta Grossa.