Dois dos principais hospitais da rede privada em Curitiba informaram, por meio de notas na noite deste domingo (22), que estão com os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e Enfermaria lotados. Com isso, o Hospital Nossa Senhora das Graças e o Sugisawa não receberão mais pacientes com covid-19, até quando vagas sejam novamente abertas. Da mesma forma, o Hospital Marcelino Champagnat está desde a última terça-feira (17) sem receber novos pacientes.

(Foto: Divulgação)

 

Os informes se dão logo após Curitiba bater recordes e mais recordes de novos casos, embora ainda mantenha a bandeira amarela, sem restrições a determinados serviços. No fim de semana foi intensa a movimentação, especialmente de jovens, em pontos como Largo da Ordem e a Praça do Gaúcho.

Nossa Senhora das Graças

Em seu perfil no Facebook, o Nossa Senhora das Graças confirmou que não está mais recebendo pacienteas com covid-19.

Informamos que estamos com nossa capacidade máxima de lotação em nossas unidades de internação e de terapia intensiva, em especial as unidades específicas para pacientes com COVID-19.

Por esse motivo, lamentavelmente não estamos recebendo pacientes graves no momento.

A maternidade e UTI neonatal continuam com atendimento normal.

Assim que mudar o status de ocupação voltaremos a informar.

Sugisawa

O Hospital Sugisawa também informou sobre o colapso no sistema de saúde.

Assim como outros hospitais de Curitiba, estamos com capacidade máxima de ocupação em nossas UTIs e unidades de internação. Da mesma forma, devido ao aumento expressivo do número de casos de Covid-19 na cidade de Curitiba, o Pronto Atendimento está no limite de sua capacidade.

Por isso, infelizmente estamos impossibilitados de receber pacientes graves no momento.
Voltaremos a informar quando houver mudança na ocupação.