Três pilotos de moto ficaram gravemente feridos, no começo da tarde deste sábado (12), após serem atingidos por um carro no cruzamento da Avenida Vicente Machado com a Rua Costa Carvalho, no bairro Batel, em Curitiba. De acordo com testemunhas, o semáforo do Vicente Machado havia acabado de ficar verde, momento em que as motos arrancaram, sendo atingidas em cheio pelo automóvel.

Foto: Djalma Malaquias – Banda B

Em entrevista à Banda B, Eric Munhoz disse que estava parado no mesmo sinaleiro que as vítimas. “Eu vi o sinal verde e eles arrancando devagar, esse motorista então furou o sinal vermelho e pegou primeiro a moto preta, depois a azul e, por fim, a menor. A mulher estava na última e foi arremessada muito alto. Foi uma monstruosidade o que esse cara fez aqui”, disse.

Um amigo de um dos motociclistas homens atingidos, que optou por não se identificar, descreveu o acidente como “um absurdo” no local. “Pra que fazer isso em um dia como esse por aqui? Ele pegou todo mundo. Se acha só porque tem um carro importado. Agora meu amigo está ali e a mulher ainda mais grave”, lamentou.

Após o acidente, o motorista deixou o local e pediu ajuda de familiares realizarem o socorro. Ele fez o teste do bafômetro, que não apontou embriaguez.

De acordo com a tenente Morgana, do Batalhão de Polícia de Trânsito (BpTran), é praxe a realização do teste. “Nesse momento, não temos nada que comprove o cometimento de crime, como um racha ou velocidade acima de 50% da velocidade máxima da via, então possivelmente as vítimas podem prestar queixa para que a Polícia Civil investigue as causas do acidente”, explicou.

Vítimas

Com a colisão, três pessoas ficaram gravemente feridas. A vítima mais grave seria a mulher. “Foi nosso primeiro atendimento, porque o estado era bem grave. Ela sofreu ferimentos no crânio e na perna”, explicou o sargento Batista, do Siate.

Foto: Djalma Malaquias – Banda B

Diante da urgência, ela foi encaminhada ao Hospital Evangélico.

Os outros dois motociclistas também sofreram ferimentos graves e foram levados a prontos-socorros de Curitiba.

Foto: Djalma Malaquias – Banda B