Dezenas de segurados e beneficiários formaram fila em frente a agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) da Cândido Lopes, no Centro de Curitiba, na manhã desta terça-feira (15). No entanto, as consultas para perícias estão suspensas e os segurados foram embora, sem atendimento. Os médicos peritos entraram em greve até que inspeções comprovem a adequação dos consultórios das agências para o atendimento ao público.

 

Agência do INSS no Centro de Curitiba dispensou segurados que precisam de consultas de médicos peritos. Foto: Banda B

 

Moradora do Bairro Alto, a cadeirante Eliane da Silva Carvalho teve um problema grave de saúde e aguardava a consulta com um médico perito há meses.

“Eu agendei a perícia para hoje, mas infelizmente não está tendo atendimento. Apenas entrega de documentos, atendimento não vai ter mesmo. É um descaso com a gente, né? Por que não avisam a gente? Saí cedo de casa, na cadeira de roda, e agora terei de remarcar”, descreveu à Banda B.

A Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais (ANMP) informou que a categoria decidiu não retomar as atividades presenciais após apenas 12 das mais de 800 agências com serviço de perícia terem sido aprovadas em vistorias realizadas pela entidade.

A suspensão do atendimento nas unidades ocorreu em março em razão da pandemia da covid-19 e, desde então, o INSS e o Ministério da Economia vem prorrogando o atendimento remoto.