A Secretaria da Educação do Paraná (Seed) falou, nesta quarta-feira (20), sobre a data de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Em entrevista coletiva, que aconteceu minutos antes ao adiamento ser confirmado pelo Ministério da Saúde, o secretário Renato Feder afirmou que os alunos estão sendo preparados para a realização da prova.

Foto: Divulgação

“Não cabe ao Paraná decidir sobre o Enem, já que esse é um ponto debatido em nível federal, mas estamos preparando nossos alunos. Os alunos do Paraná estão resguardados, a aula continua, o calendário foi adaptado e 18 de dezembro será o último dia da aula, tomara que com aulas físicas”, disse Feder.

De acordo com nota publicada na tarde desta quuarta-feira (20), o Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Enem 2020 em função dos impactos da pandemia do novo coronavírus. “As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”, diz nota conjunta do MEC e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Para definir a nova data, o Inep promoverá uma enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante. As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.

Aulas virtuais

Questionado sobre a participação dos alunos no Aula Paraná, o diretor de Tecnologia e Inovação da Seed, Gustavo Garbosa, afirmou que ela cresce a cada semana. “Nós temos um sistema que permite verificar de forma diária os alunos que acessam, os que não acessam, se os professores estão postando nos murais e quem marca presença. A gente reúne isso em um banco de dados e temos a capacidade de perceber que os números estão subindo semana a semana, sem evasão”, disse.

Em parceira com as quatro maiores operadoras de telefonia do Paraná (Claro, Oi, Vivo e Tim), a Seed fornece pacotes de internet 3G e 4G para que alunos e professores de todo o estado possam acessar gratuitamente os aplicativos Aula Paraná e Google Classroom.