Quatro ciclistas vão percorrer mais de 500 quilômetros em apenas três dias em prol de uma campanha para divulgar a necessidade do aumento do número de doadores de medula óssea. Os aventureiros irão partir de Curitiba no dia 9 de outubro e pretendem chegar no dia 11, em Cianorte, no Paraná.

Foto: Reprodução

A viagem do quarteto acontece com recursos próprios e terá uma caminhonete de apoio durante o percurso. “A gente gosta muito de pedalar. Resolvemos fazer algo que a gente gosta, aliado a uma campanha humanitária. Queremos desenvolver essa conscientização de que há uma necessidade muito grande de encontrar novos doadores de medula óssea. É muita grande a dificuldade”, contou em entrevista à Banda B, o policial militar Marcelo Vieira.

No primeiro dia de viagem, o plano é sair de Curitiba, pedalar por 200 km e pernoitar em Caetano Mendes, no município de Tibagi. O destino do segundo dia é Apucarana. No terceiro e último dia serão 140 km percorridos até o destino final, Cianorte.

Além de Vieira, os integrantes da equipe são o cabo Medeiros, a soldado Silvana e a soldado Juliana. No apoio, estão o cabo Jamil e o sargento Odair.

Mais viagens

Essa não é a primeira viagem de longa distância em cima da bicicleta de Vieira. Ele e mais um amigo já percorreram 3.000 quilômetros em menos de 30 dias, saindo do Oceano Atlântico (Paranaguá) até o Oceano Pacífico (Antofogasta, no Chile). Também em prol da doação de medula óssea. E deve vir mais por aí.

“Ano que vem a gente quer sair de Curitiba e ir até o extremo do Brasil, no Chuí. São 1200 km e iremos com a mesma bandeira humanitária”, contou o PM.

Se você quiser acompanhar a aventura, pode seguir eles através do Facebook – “Pedalando para vida” e do Instagram @pedalando_para_vida.

Pelo site redome.inca.gov.br, você pode fazer o Cadastro Nacional de Doadores de Medula Óssea e colher mais informações sobre o assunto.