Depois de 25 anos dirigindo caminhões pelas estradas do Brasil e da América do Sul, agora Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco, comanda a cozinha da Burger Prime, localizada na Rua São José dos Pinhais, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Protagonista na greve dos caminhoneiros em 2018, onde representou grande parte da categoria, ele ‘largou a boleia’ ao se mostrar desapontado com as promessas não cumpridas do Governo Federal para os caminhoneiros. No primeiro mês de hamburgueria, vendeu nada mais nada menos que mil lanches e viu a certeza de que fez a escolha certa.

Dedeco na hamburgueria no Sítio Cercado (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Larguei a boleia. Até 2018 eu tinha esperança que mudasse a vida para o caminhoneiro depois da greve, mas houve politização e os caminhoneiros foram sugados. Tudo o que o atual governo prometeu não foi cumprido para os caminhoneiros. A pandemia fez com que eu resolvesse sair do ramo, porque estava pagando para trabalhar na estrada”, explicou Dedeco, em entrevista à Banda B nesta quarta-feira.

O primeiro passo para Dedeco foi vender o caminhão, usando o dinheiro para fazer cursos para a produção de hambúrguer e reformando o espaço em que abriu a lanchonete. “Vendi o caminhão em abril e resolvei me arriscar. Fiz cursos para produção de hambúrgueres artesanais, abri a empresa, coloquei no Ifood e 99 food e comecei. Pensava em vender 300 lanches para sobreviver, mas em um mês de lanchonete eu vendi 1000. Me surpreendi com o resultado, principalmente por não ter reclamação dos clientes. Hoje, ainda emprego três pessoas. Estou muito orgulhoso“, disse.

Dedeco na época de caminhoneiro (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Os hambúrgueres são cuidadosamente preparados e custam na média de R$ 13,50 com acompanhamento de batata rústica. Eles têm nomes de transformes, justamente uma lembrança para Dedeco dos 25 anos em que esteve na estrada. “Levo coisas boas, porque percorri o país inteiro, a América do Sul e conheci muita gente boa. Certamente, esperava que os rumos das coisas fossem diferentes após a paralisação de 2018, mas as lideranças se politizaram”, lamentou mais uma vez.

Sem esquecer as raízes, ele deixou um recado aos amigos caminhoneiros. “Não desistem do sonho, se não der certo de um lado, vá para outro. Para mim graças a Deus deu certo. Confie no que vocês podem fazer.  Tive conquistas como a reunião dos caminhoneiros em 2018 e isso foi importante, mas infelizmente hoje não existe mais isso. Fica a saudade, porque realmente foi uma vida. Alguns amigos já se foram e a vida precisa seguir. Eu precisava mudar de ramo e está dando certo”, concluiu Dedeco.

Um dos hambúrgueres vendidos por Dedeco (Foto: Arquivo Pessoal)

 

Para  acompanhar mais sobre o Burger Prime clique aqui.