O Viaduto da Vila Pompéia finalmente entrou em operação e foi liberado para acesso dos motoristas, na tarde desta sexta-feira (25), na BR-116, no bairro , em Curitiba. O viaduto estava pronto há quatro anos, mas faltavam ser concluídas as alças de acesso necessárias para viabilizar sua utilização.

(Foto: Marcelo Borges/Banda B)

O Prefeito de Curitiba, Rafael Greca, participou da cerimônia de inauguração do trecho e disse estar feliz com o cumprimento da sua primeira promessa de campanha. “É uma grande alegria o cumprimento de minha primeira promessa de campanha com a abertura do viaduto na entrada do Tatuquara. Agora Curitiba não sofre mais a vergonha de ter o único viaduto sem alças do mundo e ninguém mais vai esperar em um sinaleiro embaixo do viaduto pra ir e vir entre Curitiba e Fazenda Rio Grande, ou entre outras cidades, dá até para fazer um ônibus Tatuquara-Buenos Aires”, brincou o prefeito que disse ainda que o novo trecho garante um acesso mais rápido ao centro da cidade.

A rua Francisco Xavier de Oliveira, que desemboca no viaduto foi alargada, ficando com nove metros de caixa, com duas pistas para o tráfego e mais uma para o estacionamento. Ela será a saída do Tatuquara para a BR-116. A entrada será pela Rua João Batista Bettega Junior. Entre as duas ruas, outros binários acessórios funcionarão como complemento às alças do viaduto.

Obra havia sido abandonada

O Viaduto Pompeia foi entregue em setembro de 2015 pela Autopista Planalto Sul/Arteris – concessionária responsável pela rodovia BR-116, mas ainda faltavam as alças de acesso.

As estruturas deveriam ter sido construídas pela gestão anterior, mas só a partir de 26 de setembro de 2018 a obra foi iniciada. O projeto para recuperar a região foi feito pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) e as obras foram executadas sob a supervisão da Secretaria Municipal de Obras Públicas.