O Pronto Atendimento da Santa Casa de Curitiba passou por reforma completa e foi reinaugurado nesta segunda-feira (9). O espaço, reformado em nove meses, ampliou a capacidade de atendimento e vai proporcionar maior comodidade aos pacientes.

Foto: AEN

Para o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o local reflete o que prima o Sistema Único de Saúde (SUS) que é dar assistência a quem mais tem necessidade. “A Santa Casa de Curitiba é um marco na saúde do Paraná. É um hospital que está há mais de 140 anos prestando serviços aos cidadãos e se colocando à disposição de quem mais precisa”, afirmou ele, na solenidade.

Melhorias

O Pronto Atendimento teve uma reforma completa. A fachada foi refeita, espaço e áreas internas foram adequadas em relação à acessibilidade, uma área coberta para embarque e desembarque de pacientes foi construída. Outro espaço da Santa Casa reformulado foi o Centro de Diagnóstico e Tratamento que está com equipamentos novos, ambiente e fluxo de atendimento mais humanizados.

O secretário Beto Preto destacou a parceria da Santa Casa com o Governo do Estado na assistência de pacientes residentes do município de Colombo e lembrou que está em desenvolvimento o projeto para a construção do local para receber usuários SUS via transporte aéreo.

“Em nome do governador Carlos Massa Ratinho Júnior agradeço a diretoria e o Provedor da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, Dom Carmo João Rhoden, por toda a parceria que estamos tendo na obra do heliponto, que é extremamente necessária para este local e também pelo apoio com o município de Colombo”, disse Beto Preto.

Após a revitalização, o local passou a ser chamado de Pronto Atendimento Dra Wanessa Portugal, advogada que atuou em favor dos doentes e mais humildes. O Centro de Diagnóstico e Tratamento também foi batizado como forma de homenagem ao Monsenhor Marco Eduardo Jacob da Silva.

Atendimentos

O Pronto Atendimento Dra Wanessa Portugal funciona 24 horas por dia, durante toda a semana. Serão atendidos no local pacientes SUS, assim como de convênios e particular. O fluxo dos atendimentos também é novo e foi pensado com base em protocolos clínicos internacionais a fim de garantir as reais prioridades e a segurança dos pacientes.