O Ministério Público do Paraná, por intermédio da 2ª Promotoria de Justiça de Francisco Beltrão, no Sudoeste do estado, ofereceu denúncia na última sexta-feira (4) contra um profissional da área da saúde. Ele teria cometido dois crimes de estupro de vulnerável contra a mesma vítima (artigo 217-A do Código Penal).

Foto: Reprodução EBC

Segundo apurou o MPPR, o homem, que está preso desde 6 de novembro, utilizou-se da profissão para cometer os crimes. Durante atendimentos, ele teria ministrado sedativos à vítima – a qual ficou sem condições de apresentar resistência – e aproveitou-se dessa condição de vulnerabilidade para praticar os atos de natureza sexual.

Durante as investigações, foram colhidos elementos que apontam a existência de outras vítimas. Sobre esses novos fatos, já foram instaurados procedimentos investigatórios criminais para apurar infrações penais da mesma natureza praticadas pelo réu, o qual teria empregado o mesmo modo de agir: sedar as vítimas e praticar os abusos enquanto estavam desacordadas.

O caso tramita sob sigilo. Eventuais vítimas podem entrar em contato com o MPPR pelo telefone (46) 3523-1957.